tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Anjo do Espaço - Space Angel - Parte 1


 

 

Anjo do Espaço foi um desenho animado de televisão que mostrava as aventuras de um agente espacial que usava o codinome de Scott McCloud e trabalhava para uma agência de investigação da Terra denominada “Earth Bureau of Investigation”, uma organização dedicada a proteção e ao bem-estar de todo o sistema solar.

 

 

O agente Scott McCloud, também conhecido por Space Angel viajava numa super-astronave de combate chamada Starduster que tinha sempre como ponto de partida uma estação espacial denominada de Evening Star.

 

 

Além de McCloud, que era o Capitão e por diversas vezes pilotava a nave, havia a especialista em eletrônica e astro-navegação chamada Crystal Mace; também um excelente piloto e mecânico conhecido por Taurus e o Professor Mace, que além de ser pai de Crystal comandava a estação Evening Star.

 

 

O capitão McCloud usava um tapa-olho devido a um acidente e uma vestimenta de astronauta branca e suas aventuras envolviam combates espaciais interplanetárias, onde enfrentava diversos tipos de inimigos, entre eles o terrível Anthenians, que era um vilão que vivia numa cidade muito semelhante a Antiga Roma.

 

 

Neste local os civis vestiam togas e os soldados, que eram uma combinação de antigos guerreiros gregos e romanos, usavam uma armadura com capacetes ao estilo coríntio, todos armados com os poderosos rifles Blaster.

 

 

Outra inimiga de Space Angel que cruzava freqüentemente com ele era uma rainha chamada Evil Queen of Space, muito semelhante a Nefertiti e o seu comparsa conhecido por “The General”, que usavam uma nave invisível para perturbar o comércio interestelar.

 

 

Apesar do espetáculo não ser um sucesso estrondoso ele conseguiu um lugar destaque muito especial dentro da animação devido a algumas de suas peculiaridades. O desenho animado foi criado ao roteirista/diretor Dick Darley e Dick Brown, produzido pela Cambria Studios, utilizando uma técnica conhecida como “Synchro-Voz”, patenteada pela Cambria, que utilizavam lábios humanos reais que eram sobrepostos aos desenhos dos personagens para simular as falas.

 

 

Essa mesma técnica foi utilizada anteriormente, pelo mesmo estúdio para a série Clutch Cargo. Era uma técnica não muito admirada, além de muito limitada, considerado por muitos como uma tremenda esquisitice e também onde os desenhos eram feitos num grande painel contendo o ambiente e os seus personagens, que acabavam se interagindo através dos deslocamentos da câmera sobre o painel, passando a impressão de movimento no desenho animado.

 

Vídeo

 

 

Partes:   01   |   02   |   03   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net