tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Alvarenga e Ranchinho - Dupla Sertaneja


 

 

Alvarenga e Ranchinho foi uma dupla sertaneja formada em 1929 por Murilo Alvarenga e por Diésis dos Anjos Gaia, utilizando trajes tipicamente de caipiras de chapéu de palha e bota de cano curto, tocando suas violas com toda a simplicidade e ingenuidade do homem do campos, apesar deles nunca terem sido homens que tivessem trabalhado na roça.

 

 

Murilo e Diésis começaram a cantar junto na cidade de Santos e passaram a se apresentar em circos e passaram a ser conhecido como a dupla de caipiras Alvarenga e Ranchinho. Mais tarde, por volta de 1933 se juntaram a uma companhia de espetáculos denominada Bataclã e vieram para a capital de São Paulo.

 

 

Um ano mais tarde conheceram o maestro Breno Rossi, que na época comandava a orquestra da Rádio São Paulo e assim passaram a se apresentarem regularmente nos programas de auditório da estação. Pouco tempo depois chegaram a formar um trio com Silvino Neto denominado de “Os Mosqueteiros da Garoa”, mas o trio não deu certo e em menos de um ano foi desfeita e Murilo e Diésis voltaram a cantar como Alvarenga e Ranchinho.

 

 

 Em 1935 chegaram a ganhar um concurso de marchinhas carnavalescas com a música “Sai Feia”, composta por Murilo Alvarenga, concurso esse promovido pela Prefeitura de São Paulo. Nesse mesmo ano, a convido do Capitão Furtado, um outro compositor sertanejo, fizeram uma participação no filme “Fazendo Fita” de Vitório Capellaro.

 

 

Após a filmagem a dupla foi levada pelo Capitão Furtado para o Rio de Janeiro, onde cantaram uma temporada na Casa do Caboclo e aos poucos começaram a criar um certo prestígio que os levaram a se apresentarem na Rádio Tupi. Com o sucesso alcançado na rádio passaram a fazer excursões internacionais para Buenos Aires e ao regressarem ao Brasil foi contratado pelo Cassino da Urca, do Rio de Janeiro.

 

 

Eles permaneceram no cassino por quase de dez anos, e só pararam devido a proibição de jogos no país e conseqüentemente o fechamento dos cassinos no Brasil. Na época do Cassino da Urca, a dupla passou a aprimorar o talento para a sátira política e desenvolver um humor bastante simplória, mas de uma genialidade sem igual.

 

 

Nos finais dos anos 30 eram muito comuns as brigas entre Murilo e Diésis, mas assim mesmo entre idas e vindas permaneceram até os anos 50, quando por um breve tempo, Diésis foi substituído por Delamare de Abreu, que era meio irmão de Murilo, por parte de mãe, mas ele permaneceu apenas por alguns meses. Depois Delamare deixou a carreira artística e até onde sabemos se tornou um pastor protestante.

 

 

Em fins dos anos 50, Alvarenga e Diésis vieram para a televisão, onde passaram a se apresentar nos principais programas da época, entre eles a Praça da Alegria e em 1965, Diésis foi substituído por Homero de Souza Campos.

 

Foto - Murilo Alvarenga

 

A discografia de Alvarenga e Ranchinho consta de muitos LPs e diversos discos antigos em 78 rotações nos 50 anos que atuaram na carreira artística. A dupla se destacou de um lado por suas belíssimas canções com origens nas raízes do campo e de outro lado pelo seu lado criativo e bastante humorístico. Murilo Alvarenga nasceu na cidade Itaúna, em Minas Gerais no dia 22 de maio de 1912 e morreu em 18 de janeiro de 1978.

 

Foto - Rolando Boldrin e Diésis dos Anjos Gaia

 

O primeiro Ranchinho, Diésis dos Anjos Gaia nasceu na cidade de Jacareí, interior de São Paulo e cantou mais permanentemente com Alvarenga entre os anos 30 aos 50 e faleceu no dia 5 de julho de 1991. Ainda chegou a participar do programa "Som Brasil" da Rede Globo, ao lado de Rolando Boldrin, que o encontrou casualmente e o trouxe para dentro de seu espetáculo.

 

Foto - Homero de Souza Campos

 

Delamare de Abreu, o segundo Ranchinho, nasceu no dia 29 de outubro de 1920 e o terceiro Ranchinho, Homero de Souza Campos que fez dupla com Alvarenga, também conhecido como "Ranchinho da Viola" nasceu em 1930 e faleceu em 1997.

 

 

Escolha e clique sobre a música desejada

 

 

 

Escolha e clique sobre a música desejada

 

 

 

Escolha e clique sobre a música desejada

 

 

Vídeo

Depoimento de Alvarenga e Ranchinho

 

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alvarenga_e_Ranchinho

http://www.lucianoqueiroz.com/alvarenga.htm

http://www.revivendomusicas.com.br/

http://www.vilaboadegoias.com.br/

http://ideiafix.wordpress.com/2010/03/01/alvarenga-e-ranchinho-a-simplicidade-da-critica/

http://www.saudade-da-minha-terra.com/?cat=31

http://www.musicapopular.org/alvarenga-e-ranchinho/

http://www.intercom.org.br/papers/sipec/ix/trab63.htm

http://www.recantocaipira.com.br/alvarenga_ranchinho.html

 

Todos os arquivos sonoros desta página podem ser encontradas no site:

http://www.4shared.com/

As músicas foram transformadas em arquivos wav de baixa qualidade

para servir apenas como ilustração ao texto.

As mesmas continuam a pertencer aos seus legítimos proprietários.

Não estamos autorizados a promover downloads ou coisas semelhantes.

Solicitamos a gentileza de utilizá-los com bom senso.

Grato

 

Retornar/Artigos

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net