Alfred Newman - Compositor - Arranjador - Pianista - Parte 1


 

 

Alfred Newman é considerado como um dos maiores compositores do cinema norte-americano do século XX. Ele recebeu nada mais do que 44 indicações, sendo talvez o segundo ou terceiro com maior número, ficando atrás somente de Walt Disney e John Williams, que até 2008, possuía a mesma marca que Newman.

 

 

Durante sua vida Newman recebeu nove Oscar e entre 1938 a 1957 e chegou a incrível marca de ser indicado ao Oscar por vinte anos seguidos. Em 1939, por exemplo, foi indicado para 4 filmes simultaneamente: "Wuthering Heights", "The Rains Came", "The Hunchback of Notre Dame" e "They Shall Have Music".

 

Foto - Lionel Newman

 

Newman nasceu no dia 17 de março de 1900, em New Have, Connecticut, EUA, e era o filho mais velho de uma família com dez crianças. Ele nasceu numa família de grandes músicos. Seu irmão Lionel Newman se tornou um conhecido compositor de músicas para o cinema e televisão, assim como seu outro irmão Emil Newman, seu tio Randy Newman e também o seu avô Joey Newman, entre outros da família.

 

Foto - Thomas Newman

 

Alfred Newman também deixou seus sucessores musicais: seus filhos Thomas e David Newman são dois excelentes compositores da atualidade e sua filha Maria Newman é uma virtuose no violino e aclamada mundialmente como uma grande concertista.

 

 

Mesmo nascendo numa família numerosa e extremamente pobre, sua mãe conseguiu convencer, por alguns minguados de dólar, que um pintor de paredes da região com conhecimento de piano passasse a dar algumas aulas para o pequeno Alfred, que desde cedo mostrava grande vocação e rapidamente acabou chamando a atenção da vizinhança com seus avanços musicais.

 

Foto - Jan Ignace Pederewski

 

Isso de alguma forma acabou chamando a atenção do grande músico Jan Ignace Pederewski, que ao conhecer e ouvir o garoto tratou logo de organizar um recital em Nova Iorque. Depois Alfred foi premiado com uma medalha de prata e outra de ouro numa competição de pianistas mirins. Neste concurso estavam presentes grandes nomes da música como o maestro alemão Karl Muck e o pianista Ferrucio Busoni, que ficaram encantados com o talento do garoto.

 

Foto - Sigismond Stojowski

 

Isso de alguma maneira abriu-lhe as portas e pouco tempo depois, alguns amigos conseguiram arranjar uma bolsa de estudos com o grande pianista polonês, Sigismond Stojowski, em Nova Iorque. Mas apesar disso não conseguiu ficar por muito tempo, pois com o seu pai desempregado e a família passando por grandes necessidades teve de largar os estudos e começar a trabalhar.

 

Vídeo -  Alfred Newman - The Diary of Anne Frank - 1959

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   Artigos