tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Astor Piazzolla - Bandeonista - Compositor Argentino


 

 

Astor Piazzolla foi um dos mais conhecidos e conceituados músicos da Argentina e destacou-se como um grande bandeonista e compositor argentino. Ele nasceu como Astor Pantaleón Piazzola, filho de Vicente “Nonino” Piazzolla e de Asunta Minaetti, na cidade de Mar Del Plata, Argentina, no dia 11 de março de 1921.

 

 

Quando Astor Piazzolla tinha quatro anos de idade sua família mudou-se para a cidade de Nova Iorque, depois voltou novamente em 1930 e depois retornaram aos Estados Unidos. Quando tinha por volta de oito anos de idade começou a tocar bandoneón e estudou com Andrés DÁquila e em 1931 conseguiu gravou o seu primeiro disco fonográfico em Nova Iorque, na Rádio Recording Studio, cujo disco não tinha finalidade comercial.

 

 

Dois anos mais tarde em 1933, passou a estudar com a pianista húngara Bela Wilda e com ela aprendeu a gostar de música clássica, em especial de Bach e pouco tempo depois conheceu o grande cantor Carlos Gardel, que se tornou amigo da família e o convidou o pequeno Astor a participar do filme “El Dia Que Me Quieras” em 1935, onde Piazzolla fazia uma pequena aparição como entregador de jornal.

 

 

Ao retornarem a Argentina em 1936, Astor Piazzolla estava com 15 anos de idade e mesmo ainda muito jovem começou a tocar em algumas orquestras de tango, quando passou a ter um contato mais direto com o tango e tornar-se um grande admirador das interpretações do violinista Elvino, um exímio tocador de tango.

 

 

Dois anos mais tarde, aos 17 anos de idade, resolveu sair de Mar Del Plata e se mudou para a capital Buenos Aires, onde começou a tocar em grandes orquestras de tango e assim permaneceu até 1939. Mas, o grande sonho de Astor era mesmo tocar o seu bandoneón, que era o instrumento que mais gostava, até que surgiu uma oportunidade dentro da orquestra de Aníbal Troilo, que na época era considerada como uma das maiores em relação ao tango e também conheceu “Pichuco” que foi um grande instrumentista de bandoneón.

 

 

Para desenvolver ainda mais o bandoneón e fazer arranjos para a orquestra, começou a estudar como Alberto Ginastera em 1941 e um ano mais tarde casou-se com Dedé Wolff com quem teve dois filhos. Em 1943 passou a também a estudar piano com Raúl Spivak e nesse mesmo ano nasceu sua filha Diana e um ano depois seu filho Daniel.

 

 

Em 1944, Astor Piazzolla deixou a orquestra de Troilo para conduzir a orquestra que acompanhava o cantor Francisco Fiorentino e assim permaneceu até 1946, quando ele criou sua própria orquestra que durou até 1949.

 

 

Foi nesta época que Astor Piazzolla passou a desenvolver em suas obras empregando um grande impulso criativo e colocando mais dinamismo harmônico nas orquestrações, enfim um tango ousado e moderno, e muito diferente daquele normalmente tocado dentro da Argentina, o que fez com seu nome começasse a aparecer.

 

 

Também começou a compor trilhas sonoras para filmes e em 1949, desfaz a orquestra e por pouco quase não abandona o tango por completo. Por esse tempo ele estudava com os grandes maestros Bartok e Stravinsky e ainda direção orquestral com Herman Scherchen, além de ouvir muito jazz.

 

 

Astor Piazzolla por essa época, estava com 28 anos de idade e no início até a metade dos anos 50 fez várias composições com uma concepção de tango completamente diferente da época e também onde passou a definir o seu estilo único. Por esse mesmo tempo apresentou peças sinfônicas que provocaram um grande escândalo devido à forte reação de alguns tradicionalistas que consideravam indigna a utilização do bandoneón numa orquestra sinfônica de tango.

 

 

Em 1954, Astor Piazzolla ganhou uma bolsa de estudo do governo francês e foi para Paris estudar música clássica com Nadia Boulanger, quando teve a oportunidade de mostrar a ela o seu tango. Nadia passou a incentivar Piazzolla, que acabou retornando ao tango e ao bandoneón. Desta forma começou a trabalhar com mais afinco e eficiência a estrutura sofisticada do tango e gravou uma série de músicas.

 

 

Em 1955, Astor Piazzolla retornou para a Argentina e fundou o Octeto Buenos Aires, quando ele passou a mostrar verdadeiramente a sua nova música e dando início a idade contemporânea do tango. Esse Octeto durou até 1958, quando ele retornou para Nova Iorque para trabalhar como arranjador.

 

 

Permaneceu nos Estados Unidos até 1959, e nessa época escreveu a sua famosa canção “Adios Nonino”, em homenagem ao seu pai que morrera em outubro deste mesmo ano. Regressou então para Argentina onde fundou muitos de seus quintetos que ficariam famosos.

 

 

Em 1966 seu casamento com Dedé Wolff acabou e pouco tempo depois passou a namorar a cantora Amelita Baltar. Desse época, até por volta do início da década de 70, Piazzolla fez diversas composições e atuou em Paris, Itália e Buenos Aires. Em 1973, após um período exaustivo de grande produtividade como compositor, ele sofreu um ataque cardíaco fazendo com que ele tivesse que diminuir as suas atividades artísticas.

 

 

Nesse mesmo ano mudou-se para Itália e durante esse período fez uma série de gravações e composições que duraram por volta de cinco anos. Em 1974 separou-se de Amelita Baltar e dois anos mais tarde conheceu Laura Escalada com que viveu até sua morte. Até por volta de 1990, Astor Piazzolla fez uma série de concertos com o seu quinteto, inúmeras gravações, principalmente pela Europa, América do Sul, Japão e Estados Unidos.

 

 

Infelizmente, no dia 4 de agosto de 1990, em Paris, Astor Piazzolla sofreu um acidente vascular cerebral e dois anos mais tarde em 4 de julho de 1992, morreu em Buenos Aires, em conseqüência dos efeitos do acidente vascular anterior, aos 71 anos de idade. Piazzola deixou um legado de mais de 1000 obras, gravações com diversos artistas como Gary Burton, Tom Jobim e Fernando Suarez Paz, entre outros.

 

 

Entre suas canções mais conhecidas em todo o mundo estão “Libertango” e “Adios Nonino”, entre outras naturalmente. Em vida Astor Piazzolla foi um dos mais ortodoxos tocadores de tango que o mundo já presenciou. Música essa que nos anos 60 causaram uma grande polêmica e acusado de deturpar o tango, mas o tempo mostrou a sua contemporaneidade e conseguiu angariar milhares de seguidores e apreciadores, e certamente tornou-se um dos maiores representantes do moderno tango e da metrópole argentina.

 

Discografia Parcial

 

 

Sinfonía de Tango - 1955

Piazzolla Interpreta A Piazzolla - 1961

Piazzolla … O No? - 1961

Nuestro Tiempo - 1962

Tango Contemporáneo - 1963

Tango Para Una Cuidad - 1963

Concierto en el Philharmonic Hall de New York - 1965

La Guardia Vieja - 1966

La Historia del Tango. La Guardia Vieja - 1967

La Historia del Tango. Época Romántica - 1967

María de Buenos Aires - 1968

Piazzolla En El Regina - 1970

Original Tangos from Argentina Vol. 1 & 2 - 1970

Pulsación - 1970

Piazzolla-Troilo - 1970

Concerto Para Quinteto - 1971

La Bicicleta Blanca - 1971

Roma  - 1972

Libertango - 1974

Piazzolla and Amelita Baltar - 1974

Suite Troileana-Lumiere - 1975

Buenos Aires - 1976

Il Pleut Sur Santiago - 1976

Piazzolla & El Conjunto Electrónico - 1976

Piazzolla en el Olimpia de Paris - 1977

Lo Que Vendrá - 1979

Piazzolla-Goyeneche En Vivo - 1982

Oblivion - 1982

Suite Punta Del Este - 1982

Live in Lugano - 1983

Concierto de Nácar - 1983

SWF Rundfunkorchester - 1983

Piazzolla en el Colón - 1983

Live in Colonia - 1984

Montreal Jazz Festival - 1984

Live in Wien Vol.1 - 1984

Enrico IV - 1984

Green Studio - 1984

Teatro Nazionale di Milano - 1984

El Nuevo Tango. Piazzolla y Gary Burton - 1986

El Exilio de Gardel - 1986

Tango: Zero Hour - 1986

Central Park Concert - 1987

Sur - 1988

Luna. Live in Amsterdam - 1989

Lausanne Concert - 1989

Live at the BBC - 1989

La Camorra - 1989

Bandoneón Sinfónico - 1990

The Rough Dancer and the Cyclical Night - 1991

Five Tango Sensations - 1991

 

 

 

Escolha e clique sobre a música desejada

 

 

Vídeo

 

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://www.piazzolla.org/biography/biography-english.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Ástor_Piazzolla

http://www.rootsworld.com/rw/feature/astor.html

http://www.todotango.com/english/creadores/apiazzolla.html

 

 

Todos os arquivos sonoros desta página podem ser encontradas no site:

http://www.4shared.com/

As músicas foram transformadas em arquivos wav de baixa qualidade

para servir apenas como ilustração ao texto.

As mesmas continuam a pertencer aos seus legítimos proprietários.

Não estamos autorizados a promover downloads ou coisas semelhantes.

Solicitamos a gentileza de utilizá-los com bom senso.

Grato

 

Retornar/Artigos

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net