Dominic Frontiere - Compositor - Arranjador - Jazzista - Parte 1


 

 

Dominic Frontiere é um compositor norte-americano, arranjador e também se destaca como um grande virtuose do acordeão direcionado ao jazz, ao lado de outros grandes nomes como Art Van Damme e Johnny Hamlin, mas ficou bastante conhecido por suas composições para temas musicais para a televisão e cinema.

 

 

Dominic nasceu no dia 17 de junho de 1931, em New Haven, Connecticut, EUA, e cresceu numa família de músicos e logo aprendeu a tocar diversos instrumentos antes de escolher o acordeão como principal. Aos sete anos de idade já era considerado um garoto prodígio e recebia aulas em Nova Iorque com o virtuoso do acordeão Joseph Biviano. Aos 12 anos de idade fez o seu primeiro solo na famosa Carnigie Hall. Na época da escola secundária estudou música clássica, composição e arranjo.

 

Foto - Lionel Newman

 

Em 1949, Dominic se uniu a Horace Heidt para trabalhar como arranjador principal, substituindo o acordeonista Dick Contino. Em 1952 deixou a sociedade com Heidt e mudou-se para Hollywood matriculando-se na famosa universidade UCLA onde passou a estudar com Mario Castelnuovo-Tedesco e com Felix Slatkin e trabalhar eventualmente como diretor musical da 20th Century Fox e tendo como mentores os famosos compositores Alfred e Lionel Newman. Durante essa época também gravou músicas de jazz.

 

 

Nos anos sessenta, com o aparecimento de novas tendências musicais que ficaram como "West Coast Jazz", Frontiere também se engajou nesta cena e gravou vários álbuns para Liberty Records com seu sexteto e com Jack Marshall na guitarra. Além desses, Frontiere também fez outros álbuns, incluindo a "Pagan Festival" pela Columbia, que dava exemplo de musica denominada de "Exotica".

 

 

Também no início dos anos sessenta se associou com o produtor e diretor Leslie Stevens e começou a compor músicas para o cinema e televisão, entre eles estão as composições para filmes como "Hero´s Island" (1962) e séries de televisão como "Stoney Burke" (1963), mas com Stevens criou o tema para a antológica série de ficção científica da televisão "Outer Limits" entre 1963 a 1964, num total de 31 episódios.

 

 

O tema principal de “Outer Limits” era de Frontiere e as músicas que ele escreveu temperavam os episódios da série com arranjos inovadores e considerados como uma das melhores dentre o gênero sci-fi. Apesar do disco contendo as músicas desta série demorarem cerca de 30 anos para serem editadas num álbum, Frontiere se tornou um grande nome que engajava o departamento de música da United Artists durante a metade dos anos sessenta e seu nome passou a ser familiar nos créditos das séries de televisão.

 

 

Depois compôs música para séries como "The Rat Patrol" entre 1966 a 1967 para um total de 37 episódios e "The Invaders", em 1967, para 15 episódios.. Também fez arranjos para filmes como "Billie and Popi" (1969). Ainda em 1967, Frontiere estava engajado para compor música para o primeiro filme western de Clint Eastwood chamada "Hang ´Em High".

 

 

Nesta ocasião, os produtores estavam à procura de música que se aproximasse ao som de Ennio Morricone como no filme western "Man with no Name", rodado na Itália, dirigido por Sergio Leone. Mas o compositor recusou a fazer um som parecido mostrando ser o nome dele Frontiere e não Morricone e trabalhou a música dentro do seu estilo.

 

 

O resultando não poderia ser melhor e a música se tornando uma das 10 melhores do hit-parade, sucesso da banda "Booker T and M.G.s". Seus trabalhos subseqüentes para o cinema incluem “Chisum” (1970), "Hammersmith Is Out" (1972), entre outros.

 

Vídeo

Hang ´Em High Theme

 

Partes:  01   |   02   |   Artigos