Dimitri Zinovievich Tiomkin - Compositor - Maestro - Pianista - Parte 1


 

 

Dimitri Zinovievich Tiomkin foi um compositor e maestro russo, que atuou principalmente na indústria cinematográfica, junto aos outros amigos como Max Steiner, Miklós Rózsa e Franz Waxman e se tornou uma dos criadores mais solicitados pelos diretores e produtores de Hollywood.

 

 

Dimitri nasceu em 10 de maio de 1894, na cidade de Kremenchuk, na Ucrânia, filho de uma professora de música e um médico, todos judeus. Foi educado no Conservatório de São Petersburgo, na Rússia, onde estudou piano com Felix Blumenfeld e se tornou um grande solista de piano e colega de turma de Sergei Prokofiev. Também estudou harmonia e contraponto com Alexander Glazunov.

 

 

Em 1920, enquanto chegou a trabalhar para a Petrograd Military District Polical Administration (PUR), se tornou um dos organizadores de dois espetáculos da massa revolucionária, denominado "Mystery of Liberated Labor", para as comemorações do terceiro aniversário da Revolução Bolchevique.

 

 

Devido aos problemas políticos e a Revolução Russa, Tiomkin resolveu ir viver com seu pai e sua madrasta em Berlim e onde também passou a ter aulas com Ferrucio Busoni. Durante essa época viveu trabalhando entre Berlim e Paris, como pianista ou escrevendo músicas clássicas e populares.

 

 

 

Pouco tempo depois, Tiomkin e Michael Kariton foram para Nova Iorque para acompanhar a companhia de balé da bailarina e coreógrafa austríaca Albertina Rasch, com a qual acabou se casando dois anos mais tarde. Na década de 30, o casal já estava trabalhando em Hollywood, quando foi convidado pela Universal Pictures para compor o seu primeiro tema musical para o filme “Ressurrection”. Nesta época também conseguiu a cidadania norte-americana.

 

 

Embora tivesse grande influência das tradicionais músicas européias orientais, ele conseguiu atuar nos filmes norte-americanos com grande destreza e sensibilidade como no famoso filme de Frank Capra chamado "Lost Horizon" (Horizonte Perdido) de 1937. Depois vieram outros trabalhos como "Mr. Smith goes to Washington" (1939) e "It´s a Wonderful Life" de 1946.

 

 

Também trabalhou ao lado Fred Zimmerman em "High Noon" (1952) com a qual ganhou o Oscar como Melhor Canção com a música "Do not Forsake me, Oh My Darlin", também conhecida como "The Ballad of High Noon". Esta canção, anos mais tarde, foi gravada pelo conjunto brasileiro, Legião Urbana, em seu disco. Tiomkin também ganhou outro Oscar para uma música de um filme de John Wayne chamada "The High and the Mighty" (1954), durante a cerimônia pela televisão em 1955.

 

Vídeo

High Noon - 1952

 

Partes:  01   |   02   |   Artigos