tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Frank Capra - Diretor - Produtor - Roteirista - Parte 1


 

 

Frank Capra foi um grande diretor de cinema, nascido em Bisacquino, Sicília, na Itália, em 18 de maio de 1897, e chegou aos Estados Unidos com sua família em 1903, e foram morar em Los Angeles. Frank era o filho caçula de Salvatore e Sarah Nicolas Capra, que tiveram sete filhos.

 

 

Pouco tempo depois entrou para Manual Arts High School, trabalhou em diversos empregos e em 1918 graduou-se na Throop Institute, atualmente conhecida como California Institute of Technology, e diplomou-se em bacharel em engenharia química.

 

 

Pouco tempo depois quando estourou a Primeira Guerra Mundial e ele se alistou no Exército dos Estados Unidos e passou a ensinar balística e matemática para os artilheiros no Fort Winfield Scott no Presídio de São Francisco. Nesta época pegou a temível gripe espanhola e foi liberado com a patente de alferes em dezembro de 1918 e dois anos depois se tornou cidadão naturalizado nos Estados Unidos, em 1920, com o nome de Frank Capra Russell.

 

 

O seu primeiro contato com o cinema aconteceu por volta de 1915, enquanto participava da Manuel High School, onde seu professor dirigiu um filme denominado “Our Wonderful Schools”, que era um documentário sobre a Los Angeles Unified School District, que falava sobre as escolas de Los Angeles. Capra participou deste filme como editor, produzido pela Reliance Film Company e lançado pela Mutual Film.

 

 

Em 1922, Capra sobrevivia vendendo livros e pequenas quinquilharias, quando conseguiu emprego ao saber que o Ginásio Israelita da cidade se transformaria num estúdio cinematográfico. Nesse mesmo ano dirigiu o seu primeiro filme denominado “Fisher´s Boarding House Fultah”, um curta metragem mudo produzido por Walter Montague, com roteiro do próprio Capra, baseado num poema de Rudyard Kipling, que foi lançado em abril de 1922, com 12 minutos de duração, estrelados por Mildred Owens, Ethan Allen e Olaf Skavlan.

 

 

Após esse filme, Capra passou a trabalhar num laboratório de filmes em São Francisco e um ano depois foi arriscar a sorte em Hollywood, onde começou a trabalhar como uma espécie de dublê, montando situações cômicas para as comédias. Depois passou a escrever os roteiros para a série cômica Os Batutinhas ou Our Gang.

 

 

Pouco tempo depois passou a trabalhar diretamente com o produtor Mack Sennett como criador de situações cômicas e também como comediante, juntamente com outros nomes como Harry Langdon. Mais tarde quando Langdon criou a sua própria companhia cinematográfica, Capra acompanhou-o e passou a trabalhar com o diretor Harry Edwards, e neste mesmo ano conseguiu a chance de dirigir o filme “The Strong Man”, produzido por Harry Langdon e roteiro de Arthur Ripley.

 

 

O filme narrava a estória de um imigrante belga nos Estados Unidos que se apaixona por uma mulher cega. O filme foi estrelado por Harry Langdon, Priscilla Bonner, Gertrude Astor, William V. Mong e Robert McKim, entre outros, e lançado no dia 9 de setembro de 1926, com duração de 75 minutos. O espetáculo recebeu elogios da crítica e em 2007, este filme foi selecionada para preservação pela United States National Film Registry by the Library of Congress, como sendo “culturamente, historicamente ou esteticamente significativas”.

 

 

Em 1927, Capra dirigiu o filme mudo “Long Pants”, também produzido por Harry Langdon, com roteiros de Robert Eddy e Tay Garnett, baseado numa estória de Arthur Ripley. A película narrava a história de um jovem chamado Harry, que ao chegar a maturidade, a sua família esperava que ele casasse com sua namorada de infância chamada Priscila, mas ele acabou se apaixonando pela Bebe, mas ela acabou indo para a prisão trazendo uma série de problemas para a vida do Harry, enquanto Priscilla aguardava ansiosamente ele cair na realidade.

 

 

O filme contou no elenco com Harry Langdon, Gladys Brockwell, Alan Roscoe, Priscilla Bonner, Alma Bennett e Betty Francisco, entre outros, e lançado em 26 de março de 1927, com duração de 60 minutos. O espetáculo recebeu uma boa aclamação por parte dos críticos. Após esse filme, Langdon despediu Capra e passou a ele mesmo dirigir os filmes, e segundo alguns críticos, esse foi o grande erro da carreira de Langdon.

 

 

Ainda em 1927, Capra deixou Langdon e passou a dirigir um drama romântico mudo denominado "For the Love of Mike", produzido por Robert Kane, com roteiros de J. Miller Clarkson, Leland Hayward e John A. Moroso, baseado na estória “Hell´s Kitchen” do próprio Moroso. O filme contou com Claudette Coubert em seu primeiro filme, Ben Lyon, George Sidney e Ford Sterling.

 

 

O espetáculo foi lançado em 31 de julho de 1827, com duração de 75 minutos e considerado um fracasso comercial, pois muitos autores acreditam que o problema estava na distribuição e atualmente é considerado como um filme perdido, de paradeiro desconhecido. O filme fala sobre um herói do esporte, que contrai uma dívida muito alta, e para pagar tem de fazer sua escola perder num torneio para a entidade rival.

 

Foto - Harry Cohn e Frank Capra

 

Após o fracasso deste filme, Capra também acabou se divorciando de Helen Howell, e também ficou desempregado. Mas, a sorte lhe sorriu novamente, quando Harry Cohn, um dos poderosos donos da Columbia Pictures, resolveu escolher seu nome numa lista de diretores desempregados. Este momento é considerado por diversos autores como o ponto inicial da carreira de Frank Capra.

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   04   |   05   |   06   |   07   |   08   |   Artigos

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net