tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Hans Christian Andersen - Poeta e Escritor Dinamarques


 

 

Hans Christian Andersen nasceu no dia 2 de abril de 1805, na cidade de Odense, na Dinamarca, numa pequena família pobre protestante, filho de um sapateiro e uma lavadeira. Desde criança o pequeno Christian já demonstrava uma grande imaginação e freqüentou a escola até 1816, quando seu pai morreu e Hans aos 11 anos de idade parou de ir à escola e passou a dedicar-se a ler todas os livros que pudesse obter.

 

 

Depois da morte de seu pai, Hans teve de ir trabalhar para se sustentar e nessa época foi aprendiz de tecelão e alfaiate. Ele tinha o sonho de ser um cantor de ópera e assim mudou-se para Copenhague em setembro de 1819, aos 14 anos de idade e fez amizade com o músico Christoph Weyse e Siboni e mais tarde com o poeta Frederico Hoegh Guldberg.

 

 

Não conseguiu entrar na escola de música, mas acabou sendo aceito como aluno de dança no Teatro Real, e lá ficou amigo do diretor Jonas Collin, amizade essa que ele manteve o resto de sua vida. Com o passar do tempo foi ator, bailarino e também chegou a escrever algumas peças teatrais.

 

 

Por essa época, Andersen já havia publicado o seu primeiro conto chamado “O Fantasma da Tumba de Palnatoke”, em 1822. Depois foi estudar na em Slagelse e freqüentou uma escola em Elsinore, e lá permaneceu até 1827, mesmo não sendo um aluno exemplar, e que mais tarde confessaria serem estes anos na escola os anos mais amargos de sua vida.

 

 

Um ano mais tarde em 1828, entrou para a Universidade de Copenhague e pouco tempo depois conseguiu publicar “Um passeio desde o canal de Holmen até à ponta leste da ilha de Amager” e mais tarde em 1835 conseguiu o reconhecimento internacional ao lançar a obra “O Improvisador”.

 

 

Entre 1835 até 1842, Andersen publicou seis volumes de Contos e livros infantis, que foram traduzidas para vários idiomas e até 1872 escreveu por volta de 156 histórias, e entre os seus trabalhos estão O Abeto, O Patinho Feio, A Caixinha de Surpresas, A Pequena Sereia, O Pequeno Cláudio e o Grande Cláudio, Os Sapatinhos Vermelhos, A Princesa e a Ervilha, A Pequena Vendedora de Fósforos, entre os mais famosos.

 

 

Em 1872, ao descer de sua cama acabou caindo e se machucando gravemente e a partir de então sua saúde começou a ficar bastante abalada e acabou morrendo no dia 4 de agosto de 1875, em Copenhague, aos 70 anos de idade. Andersen é considerado o precursor da literatura infantil mundial e em sua homenagem, comemora-se no dia 2 de abril, na data de seu nascimento o Dia Internacional do Livro Infanto-Juvenil.

 

Algumas Obras de Hans Christian Andersen

 

 

O isqueiro mágico

Nicolau grande e Nicolau pequeno

A princesa e o grão de ervilha

As flores da pequena Ida

Mindinha

O menino mau

O companheiro de jornada

A pequena sereia

Os novos trajes do imperador

As galochas da fortuna

A margaridinha

O soldadinho de chumbo

Os cisnes selvagens

O jardim do paraíso

As cegonhas

Olavo fecha-olho

O guardador de porcos

O anjo

O rouxinol

Os namorados

O patinho feio

O pinheirinho

A rainha da neve

Mamãe sabugueiro

A agulha de cerzir

O sino

A colina dos elfos

Os sapatos vermelhos

Os saltadores

A pastora e o limpador de chaminés

Holger Danske

A menina dos fósforos

A sombra

A casa velha

Uma família feliz

História da mãe

O colarinho

Uma história

Só a pura verdade

Mágoas do coração

Cada coisa em seu lugar

Dentro de milênios

Cinco grãos de uma só vagem

Ela não valia nada

João-Pato

Histórias que o vento contou

O que o velho fizer está bem feito

O boneco de neve

 

 

 

 

 

 

Vídeo

 

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://en.wikipedia.org/wiki/Hans_Christian_Andersen

http://www.gaudez.com.br/litnft/autores/andersen/andersen.htm

http://www.guida.querida.net/andersen/index.html

http://www.answer.com/topic/hans-christian-andersen

 

Retornar/Artigos

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net