Outros -Harold Lloyd - Comediante e Produtor Americano


 

 

Segundo diversos autores, Harold Lloyd, Charlie Chaplin e Buster Keaton, podem ser classificados como sendo um dos comediantes mais influentes do cinema mudo. Harold Lloyd nasceu como Harold Clayton Lloyd, Sr., na cidade de Burchard, em Nebraska, Estados Unidos no dia 20 de abril de 1893, e acabou se tornando um dos mais famosos atores das comédias silenciosas do início do século XX, e também um grande produtor.

 

 

Segundo filho de Elizabeth Fraser e J. Darcie ´Foxy´Lloyd e seus pais se divorciaram ainda quando ele era ainda criança e Harold acabou ficando com seu pai, que era um homem que vivia arranjando formas de se tornar rico rapidamente, o que sempre acaba em desastre, mas em 1912, ganhou uma grande quantia em dinheiro, após um julgamento por danos pessoais, após ser atropelado por um caminhão da cervejaria Omaha. Sua mãe morreu em 1941, seu irmão em 1943 e seu pai em 1947.

 

Foto - Harold Lloyd e Babe Daniels

 

Nos tempos de escola, Harold fez um estágio na Escola de Arte Dramática, em San Diego e iniciou muito cedo na carreira artística, trabalhou para a companhia cinematográfica de Thomas Edison, onde conheceu Hal Roach e assim formou uma parceria entre eles. Por volta de 1914, Hal Roach herdou um dinheiro e deu início a Rolin Film Company, e por essa época começou a atuar ao lado da atriz coadjuvante Bebe Daniels, com quem teve um envolvimento romântico, até que eles se separaram em 1919, quando Bebe resolveu seguir sua carreira artística sozinha.

 

 

Também nesse mesmo ano, Harold sofreu um acidente quando uma bomba explodiu atingindo a sua mão direita em 24 de agosto de 1919, mas com a ajuda de uma luva conseguiu esconder a sua deformidade, e nunca as pessoas notaram tal problema, por isso são poucas as cenas em que sua mão são mostradas detalhadamente, assim como não impediu suas atuações e seus malabarismos atlético.

 

Foto - Mildred Davis e Harold Lloyd

 

Foto - Harold Lloyd e Jobyna Ralston

 

Bebe foi substituída pela atriz Mildred Davis, e pouco tempo depois, eles também começaram um relacionamento que acabou em casamento em 10 de fevereiro de 1923, quando ela se aposentou da carreira. Eles tiveram um casal de filhos, Gloria Lloyd e Harold Clayton Jr., e também em 1930, adotaram a pequena Gloria Freeman e a rebatizaram como Marjorie Elizabeth Lloyd. A atriz Mildred Davis morreu em 18 de agosto de 1969, por problemas coronários, aos 68 anos de idade. Nos filmes, a atriz Jobyna Ralston passou a ser a co-estrela de Harold.

 

Foto - Hal Roach

 

Entre 1915 a 1917, Harold Lloyd e Hal Roach já haviam rodado cerca de 60 rolos de comédias, e em 1918, Harold começou a se afastar da interpretação de personagens tragicômicos e passou a desenvolver um personagem próprio de um homem comum, mas com uma confiança inabalável e otimismo. No início passou a usar um bigode falso que ele logo deixou e passou a usar óculos, incomum a um comediante naquela época, com a qual passou a ser reconhecido.

 

 

Seu novo personagem não representava nenhuma classe social em especial, porém estava sempre se esforçando para alcançar sucesso e reconhecimento. Era um personagem franzino, gostava de usar um chapéu de palha, e não era necessariamente tímido, mas muito desastrado, e vivendo situações incomuns onde sua destreza física era sempre exigida, fazendo frequentemente cenas de perigosas acrobacias.

 

 

Entre os anos de 1921 a 1923, Harold Lloyd e Hal Roach passaram a fazer comédias de longa-metragens, dos quais se destacam “Grandma´s Boy” e também o famoso “Safety Last!”, que é aquele filme famoso onde Lloyd aparece pendurado e segundo com as mãos o ponteiro de um grande relógio, fora de um arranha-céu, deixando a platéia arrepiada. Em 1924, a parceria entre Harold Lloyd e Hal Roach acabou e se separaram. Harold tornou-se um produtor independente de seus próprios filmes, através de sua produtora a Harold Lloyd Film Corporation, que distribuía seus filmes através da Pathé e posteriormente pela Paramount e Twentieth Century-Fox.

 

 

Desta época dois filmes se destacam como “Girl Shy” de 1924 e “The Freshman” de 125, que lhe rendeu as suas maiores bilheterias, e durante este período se tornou um dos homens mais ricos do cinema. Também foi um dos membros fundadores da Academy of Motion Pictures Arts and Sciences, desde 1927. Em 1929, foi protagonista do filme “Welcome Danger”, sob a direção de Clyde Bruckman, em seu primeiro filme falado.

 

 

 O filme foi um sucesso, principalmente porque todos estavam ansiosos para ouvir pela primeira vez a voz de Harold. Mas, durante este período deu-se o início da chamada Grande Depressão, com início nos Estados Unidos em 4 de setembro de 1929, quando começaram as quedas nos preços das ações , que acabou por culminar com o crash da Bolsa de Valores em 29 de outubro deste mesmo ano, e espalhando-se para o mundo inteiro.

 

Foto - Harold Lloyd e Hal Roach

 

A partir dos anos 30, a popularidade de Harold Lloyd também começou a diminuir, assim como sua fortuna, e em 23 de março de 1937, teve de vender seu estúdio. Durante a década seguinte passou a produzir algumas poucas comédias para RKO Radio Pictures, trabalhou como diretor e apresentador na rádio e também participou de alguns programas de televisão, e assim foi levando a sua carreira até por volta de 1963, quando se aposentou.

 

 

Em 1949, foi eleito Imperial Potentate of the Shriners e por sua contribuição ao mundo do entretenimento, Harold Lloyd recebeu duas estrelas na famosa Calçada da Fama de Hollywood, um Oscar Honorário em 1953, e dois prêmios George Eastman House Lifetime Achievement Award, uma em 1955 a outra em 1957. Harold Lloyd morreu aos 77 anos de idade, de um câncer na próstata, em Beverly Hills, Califórnia, Estados Unidos, e em 1994, foi homenageado com sua imagem num selo postal dos Estados Unidos, projetado pelo cartunista Al Hirschfeld.

 

Vídeo

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Harold_Lloyd

http://en.wikipedia.org/wiki/Harold_Lloyd

http://www.imdb.com/name/nm0516001/

http://www.csse.monash.edu.au/~pringle/silent/ssotm/Dec95/

 

Retornar/Artigos