tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Kansas - Banda de Rock Progressivo


 

 

Tudo começou nos fins da década de 60 na cidade norte-americana de Topeka, em Kansas, quando alguns jovens músicos resolveram criar uma banda denominada The Reasons Why e logo depois mudaram o nome da banda para Saratoga. Em 1970, eles mudaram novamente o nome para Kansas fundindo-se com alguns outros membros de uma banda rival de rock progressivo chamado White Clover.

 

 

 

Em 1971, os músicos Phil Ehart e Dave Hope foram deixados para reformar a antiga banda deles, a White Clover. Em 1972, Ehart foi para a Inglaterra e contatar outros músicos para na esperança dele e Hope restabelecer novamente o White Clover, que pouco tempo depois passou a contar com novos músicos.

 

 

Em 1973, o White Clover recrutou o guitarrista/tecladista Kerry Livgren do antigo conjunto The Reasons Why, e nesse mesmo ano conseguiram um contrato de gravação com a Don Kishner´s e gravaram o seu primeiro disco adotando o nome de Kansas. O LP continha 8 músicas e gravadas com Phil Ehart, Dave Hope, Kerry Livgren, Robbie Steinhardt, Steve Walsh e Rich Williams. O disco, porém só chegou às lojas em março de 1974, ou seja, quase um ano depois deles terem feito a gravação em Nova Iorque.

 

 

 

A banda começou com uma mistura de estilo de rock, e com o passar do tempo foram adotando um estilo mais complexo e arranjos sinfônicos, misturando elementos do rock progressivo, hard rock e art rock. Em 1975, lançaram o segundo álbum “Song for America” contendo seis músicas, onde já podíamos notar influências clássicas bastante evidentes. Ainda em 1975, a Kansas lançou o seu terceiro álbum chamado “Masque” contendo oito faixas, com canções pop e liricamente mais obscuras e o violino levando as pessoas a crer que se tratava de um grupo de música country.

 

 

Por essa época a banda começou lentamente a desenvolver o seu público cativo, devido à promoção da gravadora Kirshner com uma extensa turnê apresentando os seus três álbuns gravados. Em novembro de 1976, chegava o álbum “Leftoverture”, contendo 8 faixas, que estourou chegando a ganhar o disco de platina com a venda de mais de milhões de cópias, principalmente impulsionada pela música “Carry on Wayward Son”.

 

 

Um ano depois estouram novamente com o quinto álbum “Point of Know Return”, contendo dez canções, entre eles a música “Dust in the Wind”, que virou um grande sucesso. Uma música que, mesmo 30 anos depois ainda conseguia vender milhões de cópias. A banda Kansas chegava ao seu apogeu como uma das grandes bandas de rock, conseguindo reunir multidões em suas turnês, que foram gravadas e em 1978, lançadas no álbum duplo “Two for the Show”, contendo 13 faixas, entre as quais “Song for America”, “Carry on Wayward Son” e “Dust in the Wind”, entre outros.

 

 

Neste mesmo ano de 1978, a banda Kansas foi nomeada pela UNICEF como Embaixadores Adjuntos da Boa Vontade. Em 1979, a banda lançou o álbum “Monolith”, contendo oito faixas, que não fizeram tanto sucesso com os seus dois antecessores, mas mesmo assim teve uma venda fabulosa. Os problemas do grupo começaram no início de 1980, quando, por exemplo, Livgren se converteu a seita conhecida por “Born Again (Christianity)”, o que fatalmente acabou se refletindo nas letras dos próximos três álbuns subsequentes.

 

 

Em 1980, foi lançado o álbum “Audio-Visions”, contendo 10 faixas e o último disco com a formação original desde 1974, quando lançado o primeiro álbum do grupo. Depois da gravação desse disco o cantor/compositor e tecladista deixou o grupo devido às diferenças filosóficas principalmente com Kerry Livgren, e em seu lugar veio o vocalista e tecladista John Elefante, que também era um adepto ao “Born Again (Christianity)”, embora ninguém do público soubesse na época.

 

 

Com a nova formação, o Kansas lançou outro álbum “Vinyl Confessions” em 1982, contendo dez faixas e chegando nas paradas de sucesso com a música “Play the Game Tonight”, que chegou ao quarto lugar nas parada Billboard Rock. No ano seguinte, 1983, chega o álbum “Drastic Measures”, contendo nove músicas e gravação conta também com a participação de Tery Brock, Kyle Henderson e Terry Pack. Neste disco, Livgren apenas contribuiu com três músicas e os restantes foram escritos pelos irmãos Elefante, e com a saída do violinista Steinhardt antes das sessões de gravação, o disco ficou um resultado mais voltado para pop-rock e chegando as paradas com "Fight Fire with Fire".

 

 

Durante esta época, Livgren começou a ficar desconfortável dentro do Kansas, e assim no final de 1983, Livgren e Dave Hope se juntou com Warren Ham, um ex-músico da banda Bloodrock e fundou um novo grupo denominado AD, do gênero Christian rock e excursionaram. Em 1984, lançaram o álbum "The Best of Kansas", contendo 10 faixas com alguns de seus maiores sucessos como "Carry on", "Fight Fire with Fire", "Dust in the Wind" e "Song for America", entre outros, incluindo uma nova canção "Perfect Lover".

 

 

 Depois do lançamento o grupo atual se desfez e algum tempo depois o Kansas retornou com nova formação e em 1986, lançaram o álbum "Power", contendo 10 faixas, gravados com Phil Ehart, Billy Greer, Steve Morse, Rich Williams e a volta de Steve Walsh. O disco ainda teve o acompanhamento da Philharmonia Orchestra conduzida por Andrew Powell, e a música "All I Wanted", se tornou o último a alcançar boas colocações no Top 40 da Billboard.

 

 

No ano seguinte em 1988, foi lançado o álbum "In the Spirit of Things", contendo 12 faixas, gravada sob uma nova formação com integrantes originais e outros especialmente convidados para este disco. O elenco contou com Phil Ehart, Billy Greer, Steve Morse, Steve Walsh, Rich Williams, Terry Brock, Stephen Croes, Bob Ezrin, Ricky Keller, John Pierce, Greg Robert, Christopher Yavelow, e também contando com o coro do Reverendo James Cleveland & The Southern California Community Choir. Após esse disco ainda houve uma turnê e depois o grupo se dissolveu.

 

 

Pouco tempo depois, um promotor alemão resolveu reunir novamente o grupo original Kansas para uma turnê europeia. No final da turnê alguns saíram outros entraram, até formar o elenco com Phil Ehart, Billy Greer, David Ragsdale, Greg Robert, Steve Walsh e Rich Williams, formação essa que durou entre 1991 a 1997. Neste período lançaram o álbum ao vivo "Live at the Whiskey" em 1992, contendo 13 faixas + bonus e o álbum "Freaks of Nature" em 1995, contendo 9 canções, e também em 28 de julho de 1996, o Kansas foi introduzido no Rock Walk of Fame em Hollywood.

 

 

Em 1998, uma nova formação com Steve Walsh, Robby Steinhardt, Rich Williams, Billy Greer e Phil Ehart, lançaram o novo álbum "Always Never the Same", contendo 13 faixas, misturando material mais antigo com novos arranjos e algumas novas canções, e de lambuja a canção "Eleanor Rigby" dos The Beatles. Dois anos depois, o Kansas lançava o álbum "Somewhere to Elsewhere" em 2000, com Phil Ehart, Billy Greer, Dave Hope, Robbie Steinhardt, Steve Walsh, Rich Williams e o retorno de Kerry Livgren, contendo 11 faixas, todas de autoria de Livgren.

 

 

A partir de 2002, o Kansas lançou álbuns e gravações ao vivo de 1971-1973, e em 2004, lançaram o álbum "Before Became After", sob a denominação de Proto-Kaw, contendo 13 canções, com alguns integrantes antigos como Lyn Meredith, John Bolton, Kerry Livgren, Dan Wright, Craig Kew e Brad Schultz. Em 2006, lançou o segundo álbum "The Wait of Glory" como Photo-Kaw, contendo 11 músicas, com o elenco contando com Lyn Meredith, John Bolton, Kerry Livgren, Dan Wright, Craig Kew, Mike Patrum e Jake Livgren. Em maio de 2008, o Proto-Kaw se dissolveu e retornaram somente com um novo álbum em 2011, intitulado "Forth".

 

Discografia

 

Kansas - 1974

Song for America - 1975

Masque - 1975

Leftoverture - 1976

Point of Know Return - 1977

Two for the Show - 1978 - ao vivo

Monolith - 1979

Audio-Visions - 1980

Vinyl Confessions - 1982

Drastic Measures - 1983

Power - 1986

In the Spirit of Things - 1988

Live at eh Whisky - 1992 - ao vivo

Freaks of Nature - 1995

Always Never the Same - 1998

King Biscuit Flower Hour Presents Kansas - 1998 - ao vivo

Sowewhere to Elsewhere - 2000

Dust in the Wind - 2001 - ao vivo

Device - Voice - Drum - 2002

Tem Know Place Like Home - 2009 - ao vivo

 

Clique na música para escutar

 

 

Vídeo

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://www.kansasband.com/

http://en.wikipedia.org/wiki/Kansas_(band)

http://conservapedia.com/Kansas_(band)

http://www.progarchives.com/artist.asp?id=630

http://www.angelicwarlord.com/articles/kansas.html

 

Todos os arquivos sonoros desta página foram encontradas no site:

http://www.4shared.com

As músicas foram transformadas em arquivos wav de baixa qualidade

para servir apenas como ilustração ao texto.

As mesmas continuam a pertencer aos seus legítimos proprietários.

Não estamos autorizados a promover downloads ou coisas semelhantes.

Solicitamos a gentileza de utilizá-los com bom senso.

Grato

 

Retornar/Artigos

 

 


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net