Stan Laurel e Oliver Hardy - Atores - Comediantes


 

 

A vida artística da dupla Laurel e Hardy tem relação ao ano de 1918, quando a companhia produtora Sun-Lite Pictures produziu um filme mudo chamado “The Lucky Dog”, exibida em 1921, onde dois cômicos, um ator inglês, bem magrinho chamado Stan Laurel e o outro, ao contrário, um ator norte-americano gordo conhecido como Oliver Hardy, participou desta produção, cada um desempenhando seu papel. Em 1926, voltaram a se encontrar novamente numa produção de Hal Roach chamada “45 Minutes from Hollywood”, mas como da primeira vez, cada um representou seu papel dentro do filme, isoladamente. Alguns anos depois foram novamente chamado pelo diretor Fred Guiol e pelo supervisor Leo McCarey, para formarem uma dupla cômica no filme “The Second Hundred Years”. Assim nascia a famosa dupla de cômicos, Laurel & Hardy, que no Brasil ficou conhecido como O Gordo e o Magro.

 

 

A partir de então, a dupla de cômicos passou a atuar nas produções de Hal Roach. Nessa mesma época o cinema via nascer o som nas películas e muitos filmes passaram a ser sonoro, o que provocou o desaparecimento de muitos atores do cinema mudo, por não se adaptarem a essa nova tecnologia. Por sorte a dupla, Laurel & Hardy conseguiram uma incrível adaptação a esse novo sistema, já que o acento inglês de Laurel combinava perfeitamente com a sonoridade serena de Hardy, criando assim um novo conceito nesses personagens, dando uma perfeita harmonia entre o humor visual e os diálogos. A primeira experiência neste novo cinema surgiu num curta-metragem chamado “Unaccustomed As We Are”, em 1929.

 

 

A partir de então a dupla, Laurel & Hardy, passaram a participar de diversos curtas-metragens, sonoros e longa-metragens, fazendo cada vez mais sucesso, chegando a ganhar, em 1932, um Oscar como o melhor curta-metragem de comédia com o filme “The Music Box”.Por volta de 1936, o produtor Hal Roach resolveu deixar a MGM, que distribuía seus filmes e assinou contrato com a United Artists em 1938. Por essa época Laurel e Hardy já não estavam se entendo e as brigas eram constantes, a tal ponto de Roach despedir Laurel em 1939 e criando uma nova dupla cômica com Hardy e Harry Langdon, um antigo ator do cinema mudo e juntos fizeram o filme chamado “Zenobia”, naquele mesmo ano, mas a dupla não tinha liga e Laurel foi readmitido novamente.

 

 

Por volta de 1940, Laurel & Hardy não quiseram mais trabalhar para Roach e foram para outras companhias como a Fox e MGM, mas não se deram muito bem, ficando relegados a filmes classe B. Nos fins dos anos quarenta, cada um deles tentou trabalhar em outros filmes separadamente e ambos mostraram serem bons atores. Finalmente em 1951, a maior dupla de todos os tempos, realizava o seu último filme junto em “Atoll , também conhecido como “Utopia”. O filme mostrava um Hardy mais obeso e um Laurel visivelmente doente e a película acabou não sendo bem recebido. Depois desse filme a dupla deu um bom tempo de folga e de vez em quando, um ou outro participava de um filme. Suas últimas aparições na televisão foi no programa da BBC chamado “Grand Order of Water Rats”.

 

 

 

Oliver Hardy teve na manhã de 14 de setembro de 1956 um derrame cerebral que deixou seu corpo imobilizado e acabou morrendo em 7 de agosto de 1957. Laurel não compareceu em seu enterro e disse que Hardy o entenderia. Nos anos seguintes Laurel voltou a fazer pequenas participações em alguns filmes e também recebeu um Oscar honorífico por sua contribuição ao cinema em 1963. Stan Laurel morreu em de um ataque de coração em 23 de fevereiro de 1965. 

 

Vídeo

 

Retornar/Artigos