tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Nair Bello - Locutora - Atriz - Comediante


 

 

A atriz e humorista brasileira Nair Bello, nasceu como Nair Bello Sousa Francisco, em São Paulo, no dia 28 de abril de 1931 e iniciou sua carreira profissional na Rádio Excelsior de São Paulo em 1949, como locutora, depois passou para a Rádio Record, e em pouco tempo já mostrava o seu talento para a comédia, assim não tardou muito para ser convidada para fazer o seu primeiro filme "Liana, a Pecadora", sob a direção de Antonio Tibiriçá e ao lado de Wanda Cabral, Hebe Camargo, Paulo Datri e Michel Daud, entre outros, filme esse que chegou aos cinemas em 1951.

 

Foto - Mesquitinha e Nair Bello

 

Pouco tempo em 1952, atuou em seu segundo filme "Simão, o Caolho", sob a direção de Alberto Cavalcanti e produzido pela Companhia Cinematográfica Maristela, e contracenando ao lado de Mesquitinha, Ira de Aguiar, Isaura Bruno e Cláudio Barsotti, entre outros. Por esse tempo começou a namorar o publicitário Irineu de Souza Francisco em 1953,com tem teve seus filhos José, Maria Aparecida, Ana Paula e Manuel que faleceu em 1975. Nair viveu com Irineu até a sua morte em 1999, e curiosamente a pedido do marido nunca fazia cenas de beijo.

 

Foto - Nair Bello e Renato Corte Real

 

Depois foi para a TV Tupi para participar de telenovelas e por volta de 1959, foi para TV Record e começou a participar do programa infantil "A Turma do Sete" ao lado de Jayme Batias, Jacyra Sampaio, Luis Dias e Gilmara Sanches, entres outros. Em 1961, participou de um quadro do programa "Grande Show União", onde interpretou pela primeira vez a personagem Santinha, ao lado de Renato Corte Real, cuja história era baseada nas histórias em quadrinhos de Pafúncio e Maroca. Também participava do programa o humorista Pagano Sobrinho e o espetáculo permaneceu no ar até 1964.

 

 

Ainda nos anos 60, paralelamente a sua carreira na televisão atou também no filme "Os Apavorados" (1962), uma comédia sob a direção de Ismar Porto, onde também participaram Oscarito, Vagareza e Adriano Reys, e diversos outros atores. Ainda por essa década deixou a Record indo para a TV Rio, onde participou de diversos programas da emissora.

 

 

Nos anos 70, atuou nos filmes "Tô na tua, o bicho" (1971), uma comédia sob a direção de Raul Araujo, baseado numa estória de Jaime Filho, onde Nair interpretou a personagem Alice, e em 1976, estava no elenco de "Sossega Leão", ao lado de Ankito e Felipe Carone. Em 1976, Nair Bello fez sua estreia no teatro com a peça "Alegro Desbum" de Oduvaldo Vianna Filho e em 1978, participou da novela "João Brasileiro, o Bom Baiano" pela TV Tupi, onde Nair protagonizou a personagem Dona Pina.

 

 

Depois foi para a Rede Globo de televisão para participar da novela "Feijão Maravilha" de Braulio Pedroso, sob a direção de Paulo Ubiratan, com Nair Bello interpretando a personagem Firmina. Logo depois participou da novela "Olhai os Lírios do Campo" de Geraldo Vietri e Wilson Rocha, sob a direção de Herval Hossano.

 

 

Ao terminar a novela foi contratada pela Rede Bandeirantes para protagonizar a série brasileira "Dona Santa", ao lado de Elias Gleizer, Cláudia Alencar, Amilton Monteiro, Selton Mello, Renata Nogueira e Zé Carlos de Andrade, seriado este que durou entre 1981 a 1982. O sucesso do seriado levou Nair Bello a protagonizar outro seriado, também pela Bandeirantes o programa "Casa de Irene" inspirada na música de Agnaldo Timóteo, de mesmo nome, mostrando as trapalhadas de Irene (Nair Bello) e seus inquilinos no bairro do Bixiga.

 

 

Ainda nesse ano participou da novela "Maçã do Amor" pela mesma emissora, sob a direção de Kito Junqueira, com Nair interpretando a personagem Filomena. Um ano antes, em 1982, atuou no filme "Das Tripas Coração", uma comédia sob a direção de Ana Carolina e em 1988, e também participou do filme "Fogo e Paixão", outra comédia sob a direção de Marcio Kogane e Isay Weinfeld, mostrando um grupo de pessoas num excursão de ônibus numa grande cidade.

 

 

Também na Rede Bandeirantes participou da série humorístico "Bronco", ao lado de Ronald Golias, Renato Fronzi, Sandra Annenberg e Tony Angeli, entre outros. Depois saiu da Rede Bandeirantes e veio trabalhar no SBT no programa humorístico "Escolinha do Golias", interpretando a personagem Pazza e também em outros programas da emissora como "Romeu e Julieta" e "A Praça é Nossa". Depois voltou novamente para a Rede Globo para atuar em diversas novelas como "Perigosas Peruas" (1992), "O Mapa da Mina" (1993), "A Viagem" (1994), "Malhação" (1995), "Vira-lata" (1996), "Era uma Vez..." (1998), "Torre de Babel" (1998), "Uga-Uga" (2000) , "Kubanacan" (2003) e "Bang Bang" em 2005, sua última novela.

 

Em 2002, fez uma cirurgia para a retirada de um edema pulmonar causado pelo vício do cigarro e também por essa época participou da minissérie "O Quinto dos Inferno" como atriz convidada, interpretando a personagem Giovana ou Marquesa di Pesto. Paralelamente as suas atividades nas telenovelas da emissora, também participou, entre 1999 a 2006, do programa humorístico "Zorra Total", onde voltou a interpretar a personagem Santinha, que fez no inicio de sua carreira ao lado de Renato Corte Real. Depois se afastou de suas atividades após a retirada de um tumor maligno de um dos seios em outubro de 2006.

 

 

 

Depois não se sentindo bem, foi internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde permaneceu cerca de cinco meses, e acabou falecendo em 17 de abril de 2007, aos 75 anos de idade. Nair Bello era uma pessoa bastante alegre e fez diversos amigos durante a sua carreira, principalmente com Lolita Rodrigues e Hebe Camargo por longa data, e em 2007, seu amigo o diretor e ator Wolf Maya, homenageou o seu teatro com o nome de Teatro Nair Bello, situado no bairro de Cerqueira Cesar, na capital paulistana.

 

Vídeo

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nair_Bello

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u70348.shtml

http://www.imdb.com/name/nm0069148/

http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/NairBelo.html

 

Retornar/Artigos

 

 


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net