5

 



 

tvsinopse.

kinghost.net

 







 

 


Yara Lins - Atriz Brasileira


 

 

A atriz de rádio, televisão, cinema e teatro, Yara Lins nasceu como Orasilia Severina da Silveira, na cidade de Frutal, em Minas Gerais, no dia 26 de fevereiro de 1930, numa família de cinco irmãos, e quando criança se encantou com um pequeno circo que por lá passou. Quando cresceu procurou seguir a carreira artística e trabalhou na emissora de rádio de Uberaba, em Minas Gerais.

 

 

Pouco tempo depois, deixou a cidade e veio para a cidade de São Paulo tentar a sorte grande e começou a trabalhar em diversas emissoras radiofônicas. Dona de uma belíssima voz e um rosto de fazer inveja, logo começou a chamar a atenção e passou a ser escalada para as diversas radionovelas na Rádio Excelsior, Rádio Nacional, Rádio Difusora de São Paulo e depois passou a fazer parte do elenco da Rádio Tupi.

 

 

 

 

Foi durante este período que Assis Chateaubriand criou a primeira emissora no Brasil, a TV Tupi e a atriz Yara Lins foi encarregada de dizer o prefixo da emissora. Assim sendo, no dia 18 de setembro de 1950, através da TV Tupi de São Paulo, Yara Lins surgiu como o primeiro rosto da televisão brasileira dizendo: "PRF-3 Emissora Associada de São Paulo orgulhosamente apresenta, neste momento, o primeiro programa de televisão da América Latina".

 

 

 

Desde que deixou a sua Minas Gerais não parou mais de trabalhar como atriz e considerada até os dias atuais a possuir o segundo maior número de participações em novelas, perdendo apenas para a atriz Ana Rosa que é a detentora da maior quantidade de telenovelas, séries e seriados na nossa televisão e praticamente trabalhou em quase todas as principais emissoras do Rio e São Paulo, como a TV Tupi, SBT, Record, Bandeirantes e Globo, entre outras.

 

 

Em sua carreira acumulou grande prêmios por suas atuações e nunca recebeu uma crítica desfavorável pelo seu trabalho. Yara foi casada e teve duas filhas, Mônica e Monalisa, que lhe deram netos e bisnetos. Apesar de ter realizado quase todos os tipos como atriz nunca foi uma artista de altos e baixos, sempre manteve sua postura estável diante de seus trabalhos, amigos e colegas de profissão e ela mesma sempre dizia que nunca fora uma estrela, mas uma amiga. Fumava bastante e em consequência ganhou um câncer no pulmão com a qual lutou por quase uma década.

 

 

 

No cinema começou atuando no filme "Terra sem Deus" em 1963 e na década seguinte atuou em "Geração em Fuga", "Senhora", "Tiradentes, o Mártir da Independência” e "O Jeca e seu filho preto". Em 1981, voltou a participar do filme "Post Scriptum" e em 1999, apareceu em seu último filme "Xuxa Requebra", sob a direção de Tizuka Yamasaki, onde Yara interpretou a personagem de Dona Laura, atuando ao lado de Xuxa Meneghel e do cantor Daniel, entre outros.

 

 

 

Sua última atuação numa novela ocorreu entre 2000 a 2001, em "Laços de Família", escrita por Manoel Carlos e dirigida por Moacyr Góes e Leandro Néri, pela Rede Globo de televisão, onde Yara interpretou a personagem de Nilda Soriano. Quase três anos depois foi levada para o Hospital Oswaldo Cruz devido a seu câncer no pulmão, mas após uma semana de luta acabou falecendo na segunda-feira, dia 29 de junho de 2004, de insuficiência respiratória, aos 74 anos de idade.

 

Vídeo

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Yara_Lins

http://inmemorian.multiply.com/photos/album/94

http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_4687.html

http://www.imdb.com/name/nm0513133/

http://memorialdafama.com/biografiasRZ/YaraLins.html

 

Retornar/Artigos

 

 


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net