tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Batman - Parte 1


 

 

A série de televisão norte-americana Batman surgiu na década de 60, quase vinte anos depois do primeiro filme a ser produzido pela Columbia Pictures em 1943, um filme serial contendo cerca de 15 episódios, que foram interpretados por Lewis Wilson como Batman / Bruce Wayne, e Douglas Crolt como Robin / Dick Grayson, cujos personagens já vinham fazendo sucesso desde o seu lançamento, através de diversas edições em História em Quadrinhos, que nunca foram paralisadas desde a sua criação.

 

 

 

Nos anos 60 a Ed Graham Production adquiriu os direitos televisivos paras as histórias em quadrinhos do Batman para produzir um espetáculo televisivo para atender a um público juvenil para serem apresentadas aos sábados pela manhã, através da rede CBS, porém essas negociações com a emissora não tiveram prosseguimento.

 

 

 

Mais tarde esses direitos acabaram chegando às mãos da Greenway Production, que em associação com a Twentieth Century – Fox Television se encarregaram se produzir um espetáculo para a rede ABC, pois naquele momento a emissora estava interessada num seriado semanal de detetives. O projeto chegou às mãos dos produtores William Dozier e Howie Horvitz, que ficaram encarregados de apresentar um episódio piloto para a emissora.

 

 

Após uma série de estudos os produtores, Dozier e Horvitz chegaram à conclusão que talvez a melhor forma de mostrar o personagem ao espectador, era tornando a série num espetáculo diferente, utilizando diversos elementos inclusive da Pop Art, tão em voga naqueles tempos, assim como dando a ele um tom de comédia e fantasia multicolorida, o que poderia agradar tanto às crianças quanto aos adultos, ao mesmo tempo.

 

 

Dizem que um dos primeiros roteiristas a serem sondados para montar o espetáculo foi o escritor e roteirista Eric Ambler, mas ele era um homem sério e não concordou com os planos dos produtores de fazer uma abordagem cômica e desistiu do projeto.

 

 

 

Como Ambler havia recusado o projeto, os produtores foram se encontrar com o roteirista Lorenzo Semple Jr, considerado na época como uma grande especialista em comédia, e conhecedor do personagem e apresentaram a ele a idéia, o que foi imediatamente aceita e começou assim a trabalhar na montagem dos personagens.

 

 

 

Depois com o andamento dos episódios iniciais, outros roteiristas também foram encarregados de contar os capítulos como Stanley Ralph Ross, Max Hodge, Stanford Sherman e Earl Barret, entre diversos outros. A série também esteve sob a direção de diversas pessoas competentes como Larry Peece,  James B. Clark, Sam Strangis e Oscar Rudolph, entre outros.

 

 

 

Para montar o seriado, Lorenzo Semple Jr e os produtores procuraram dotar o programa com o mesmo aspecto dos comics, mas não necessariamente mantendo a mesma lógica narrativa apresentada nas Histórias em Quadrinhos.

 

 

 

 

Ao invés disso trataram de dar aos heróis e vilões uma nova visão, dotando todos com atitudes inovadoras e características peculiares, com um grande senso de humor e comicidade, onde a violência desse mais lugar a muita imaginação e diversão, o que provavelmente agradou a alguns e irritou profundamente a outros fãs do personagem.

 

 

Conta-se inclusive que um grande número de fãs dos comics chegou a mandar milhares de cartas a rede ABC acusando-o de modificar o conteúdo dos gibis e de transformar Batman num herói “politicamente correto” ou num “babaca”.

 

 

Conta-se que inclusive que Bob Kane, o criador de Batman, também não gostou da série, mas preferiu ficar calado, pois a série fez com que as tiragens das Histórias em Quadrinhos aumentassem consideravelmente. “Santa hipocrisia, senhor Kane!”.

 

 

 

Após o cancelamento da série de televisão, as tiragens das Histórias em Quadrinhos mudaram consideravelmente a estética dos heróis morcegos, tornando-os até mais macabros, numa tentativa talvez de minimizar a imagem produzida pela série televisiva. Quem acompanhou os comics da época puderam comprovar estas mudanças.

 

 

 

 

 

No seriado as cenas dos vilões usando armas contra as pessoas comuns e maltratá-las eram muito raras, ao invés disso os objetivos deles eram dirigidas para atingir somente e principalmente Batman e Robin, a qual todos eles tinham alguma mágoa num passado remoto, ou por terem levado à prisão ou atrapalhado algum de seus planos maquiavélicos, ou por eles não suportarem a dupla mesmo!

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   04   |   05   |   06   |   07   |   08   |   09   |   10   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net