tvsinopse.

kinghost.net

 







 


The Carol Burnett Show


 

 

The Carol Burnett Show foi uma das maiores séries de espetáculos de variedades da história da televisão norte-americana. Durou 11 anos, começando em 1967 e terminando em 1978. Sua estréia ocorreu no dia 11 de setembro de 1967 com a presença do convidado Jim Nabors, pela Rede CBS, nos Estados Unidos, no horário nobre noturno concorrendo diretamente com Gunsmoke, The Lucy Show, The Andy Griffith Show e Family Affair e se ajustou perfeitamente.

 

 

A fórmula do sucesso de The Carol Burnett Show eram suas canções bem elaboradas, números de dança, mini-musicais, paródia de filmes clássicos como “E o vento Levou”, “Rebeca” e dúzias mais, paródias de outros programas de televisão e personagens ultrajantes que fizeram um dos espetáculos mais memoráveis da televisão norte-americana. O espetáculo era centrado em Carol Burnett, mas as qualidades duradouras do espetáculo também surgiram do seu conjunto de talentosos intérpretes, cujas interações “ao vivo” contribuíram por demais na perfomance do espetáculo.

 

 

Burnett cercou-se de um elenco de apoio muito forte como Harvey Korman, Vicki Lawrence, Lyle Waggoner, Tim Conway e Dick Van Dick, além da brilhante coreografia de Ernie Faltt, fantasias magníficas de Boc Mackie e músicas do calibre da Broadway, todas as semanas como Harry Zimmerman e Peter Matz. Personagens e peças satíricas foram feitas para a série como “Eunice e sua briguenta família, a rainha da Inglaterra”, “Mr. Tudball and his secretary Mrs. Wiggins”, “Movie Star Nora Desmond” entre outros.

 

 

Burnett tinha três importantíssimas habilidades, era cantora, atriz e uma ótima comediante, o que permitia aos seus redatores criar e sustentar personagens ao longo das 11 temporadas.. Ela trabalhou com um time de redatores como Ken Welch e sua esposa Mitzi, além de outros veteranos da televisão e da revista MAD. Até o pessoal do Saturday Night Live passaram por lá. Os improvisos refrescantes que apareciam freqüentemente nas paródias dos filmes, eram uma das marcas registradas do espetáculo. Burnett foi influenciado profundamente pelos filmes de Hollywood clássicos durante sua infância e ela e seus redatores tiram muito proveito disso para projetar as peças satíricas. Nada era sagrado, filmes, atores e personagens de quadros familiares, eram a fonte de inspiração.

 

 

O espetáculo combinava comédia musical com esboços humorísticos, enquanto usava um conjuntos de astros convidados semanalmente como Jim Naybors, Cher, Rock Hudson, Dinah Shore, Steve Lawrence e Eydie Gormet, Bernadette Peters, Roddy McDowel e Julie Andrews entre outros. Ao longo do programa algumas poucas mudanças ocorreram no espetáculo. Em 1974, Lyle Waggoner, deixou a série para trabalhar em “Wonder Woman” (Mulher Maravilha), um passo que ele lamentaria depois. Nunca ocorreu a ele que seria ofuscado pelo belos seios de Linda Carter. Isso realmente não foi um progresso em sua carreira.

 

 

Convidado freqüentemente Tim Conway acabou se unindo oficialmente ao elenco regular em 1975. Seus improvisos e tentativas de desagregar momentaneamente, com suas piadas o elenco, produziram um dos melhores momentos de The Carol Burnett Show. Carol Burnett queria que Tim Conway substituísse Lyle Waggoner imediatamente, ao invés de esperar o próximo ano, mas Conway tinha tantos fracassos recentes que era considerado (por alguns) um sujeito que trazia má sorte. Em 1977, Harvey Korman assinou uma transação com a Rede ABC e saiu (a comédia dele fracassou em 1978) e assim Dick Van Dyke entrou em seu lugar para sustentar a audiência, mas em dezembro do mesmo ano ele deixou abruptamente o espetáculo.

 

 

Depois de Dick saiu, Steve Lawrence e Ken Berry começaram a participar mais freqüentemente para prover a audiência., mas infelizmente eles só apareceram na última temporada do espetáculo. Burnett decidira terminar a série em 1978, antecipadamente antes que o espetáculo pudesse ser cancelado por falta de audiência. Um especial de duas horas foi apresentado no final da série com destaque dos últimos anos, misturados com o novo material. Mais tarde a CBS convidou Carol Burnett para fazer um especial e um filme para televisão, mas ela preferiu se uniar a “Carol Burnett and Company”, durante verão de 1979 para a Rede ABC.

 

 

Em 1980, “The Tim Conway Show” estreou na CBS, produzido por Joe Hamilton, com quem Carol Burnett ficou casada até 1982. Desse casamento Carol tem três filhas: Carrie, Jody e Erin. Harvey Korman, Carol Burnett e Vicki Lawrence fizeram várias participações como convidados, sempre reprisando personagens e peças satíricas de The Carol Burnett Show. The Carol Burnett Show terminou em 1978, quando os espetáculos de variedades já não atraiam mais grandes audiências. Burnett achou por bem  terminar o show enquanto ainda podia entreter seus espectadores.

 

 

Nota: Inexplicavelmente é encontrado em diversas sites as participações de Craig Richard Nelson e Kenneth Mars no ano de 1979, já que oficialmente The Carol Burnett show foi encerrado em agosto de 1978. Isto não está claro e não foi encontrada nenhuma explicação plausível em nenhuma das páginas consultadas. Em 1991, The Carol Burnett Show foi novamente apresentado pela CBS entre novembro e dezembro de 1991, estrelado por Carol Burnett, Meagen Fay, Roger Kabler, Richard Kind, Jéssica Lundy, Jim Nabors e Bernadette Petter. O show apareceu também periodicamente como Carol And Company, em 1992 e Carol Burnett: A Reunion, destaques trazidos pela CBS com boas avaliações.

 

 

The Carol Burnett Show representou a fusão sofisticada da música, comédia, drama, celebridade, paródia e palhaçada que eles ressuscitaram dos arquivos das tradições passadas do show de variedades (vaudeville) americano. Apesar de um programa tipicamente norte-americano, sem dúvida, direta ou indiretamente, ela influenciou enormemente os programas de televisão “ao vivo” do mundo inteiro.

 

Elenco

 

Carol Burnett

 Lyle Waggoner (1967-1974)

Vicki Lawrence

Tim Conway (1975-1979

Dick Van Dyke (1977)

Harvey Korman (1967-1977)

Kenneth Mars (1979)

Craig Richard Nelson (1979)

Edward J. Heim (dançarino)

Ernie Anderson (1974-1978)

The ernest Flatt Dancers

The Harry Zimmerman Orchestra

The Peter Matz Orchestra

 

Música Tema

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Principais Fontes Bibliográficas

 

http://www.timstvshowcase.com/carolb.html

http://www.famoustexans.com/index.html

http://www.cbs.com/specials/carol_burnett/bio_carol.shtml

http://www.museum.tv/archives/etv/C/htmlC/carolburnett/carolburnett.htm

http://www.tvtome.com/tvtome/servlet/ShowMainServlet/showid-1069/#intro

http://www.tvtome.com/tvtome/sevlet/ShowMainServlet/showid-6649/#intro

http://www.tvparty.com/vaburnett.html

http://www.tvland.com/shows/carolburnett/

http://www.kfcplainfield.com/sound/carolburnett.wav

http://home.comcast.net/~millenniumbiz2/tv/Carol_Burnett_Show.mp3

http://www.cbs.com/specials/carol_burnett/bio_carol.shtml

 

Retornar/Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net