,

 



 

tvsinopse.

kinghost.net

 






 


O Fazendeiro do Asfalto - Green Acres - Parte 1


 

 

Green Acres, que no Brasil é conhecido como O Fazendeiro do Asfalto, foi produzido pela antiga produtora Filmway, Inc. (atualmente MGM Television) e apresentada originalmente pela CBS, de 15 de setembro de 1965 até 7 de setembro de 1971, num total de 170 episódios de 30 minutos cada. Depois do sucesso de The Beverly Hillbillies e Petticoat Junction,  a CBS ofereceu ao produtor Paul Henning para ele produzir uma série piloto de meia hora, mas como Paul estava sem muito tempo, ocupado em outros projetos, ele encorajou seu colega Jay Sommers para criar a série.

 

 

Sommers aproveitou o programa de rádio de 1950 chamada Granby´s Green Acres, que ele criou, escreveu e dirigiu treze de seus episódios e fez uma adaptação para a televisão. O programa na rádio era protagonizado por Gale Gordon que interpretava o balconista de um banco chamado John Granby e Bea Benaderet que interpretava a confusa Martha, esposa dele e tinha ainda uma filha adolescente chamada Janice, interpretada por Louise Erickson e o empregado Eb protagonizado por Parley Baer, entre outros. 

 

 

O espetáculo radiofônico era narrado por Bob LeMonde, tendo como fundo a música de Opie Cates. O programa mostrava a vida de uma grande família da grande cidade que se muda para o interior para viver numa fazenda. Para protagonizar a série na televisão foi chamado o ator Eddie Albert como Oliver Wendell Douglas, um rico advogado de Nova Iorque que larga tudo para realizar um antigo sonho seu, ser fazendeiro, e levando consigo a socialite Lisa Douglas (Eva Gabor), a sua glamurosa esposa húngara, que é "arrastada" para lá, deixando os privilégios da cidade, em troca de uma vida bucólica numa fazenda periclitante.

 

 

Oliver nasceu numa fazenda no centro de Nova Iorque, mas não porque seus pais fossem ricos ou fazendeiros, mas sim porque a sua mãe trabalhava lá, e ele acreditava que o seu futuro seria na agricultura. Mais tarde Oliver tornou um piloto de combate e foi para a frente de batalha na Segunda Guerra Mundial, quando conheceu Lisa, quando ele pulou de pára-quedas sobre a Hungria (isso é pelo uma das versões da história).

 

 

Depois da guerra casou com Lisa e Oliver foi para a prestigiosa Universidade de Havard. Depois de formado instalaram-se em Nova Iorque, tornando-se sócio numa empresa de direitos muito respeitável, onde obteve muito sucesso, principalmente financeiro. Mas apesar de todo seu sucesso, Oliver nunca estava satisfeito. Ele ansiava em ser um homem verdadeiro, trabalhar na terra e não ficar morando fechado num apartamento. 

 

 

Lisa, a esposa de Oliver, adora vestidos novos, é charmosa, encantadora e também uma incompetente na cozinha. Antes de conhecer Oliver, Lisa noivou-se com seis homens diferentes. Ela adora tudo na cidade grande e fica aflita ao saber que seu marido está pensando em ir morar numa fazenda.

 

 

Quando a oportunidade de comprar umas terras apareceu, Oliver não teve dúvidas, comprou a "fazenda" do caloteiro Sr. Haney em Hooterville, Estados Unidos, um local geograficamente estranho, onde impera leis naturais alucinatórias, habitados por uma população excêntrica, que incluiu Arnold Ziffel, um porco adotado como filho por Fred e Doris Ziffel.

 

 

Surpreendentemente Lisa se adapta magnificamente a vida na fazenda. Tão logo que pode, traz todo o seu arsenal fabuloso de roupas e fica contente dando nomes sofisticados aos diversos animais da fazenda, enquanto faz brilhar sua estonteante beleza em Hooterville.

 

 

Os Ziffels deixava Arnold (o porco) fazer qualquer coisa que ele desejasse e com certeza ele fazia coisas surpreendentes, inclusive tocava piano, bebia, entregava carta do correio, virava os canais de televisão sozinho (ele gostava de assistir os filmes de cowboys e o programa The CBS Evening News com Walter Cronkite), além de fazer previsões metereológicas (o rabo ondulado deles indicava como o tempo deveria ser).

 

 

Tratado como qualquer menino, Arnold vai inclusive a escola, onde aprende até a escrever seu próprio nome e também fala uma ordem impressionantes de idiomas como o inglês, francês e um pouco de japonês, com um leve sotaque de porco, é claro! A única pessoa em Hooterville que não consegue entender os grunhidos de Arnold, evidentemente é Oliver.  A idade de Arnold nunca foi revelado, mas provavelmente ele está em algum lugar entre a infância perpétua de terceiro grau e a puberdade.

 

 

Fred Ziffel é o mais venerado fazendeiro de Hooterville, além de ser considerado um homem muito sábio. Sua semelhança com com Abraham Lincoln reforça a impressão de ser um homem de grande valor. Infelizmente Fred quase nunca sabe nem  mesmo o que ele está falando, vive "trabalhando" em sua fazenda e não importa o quanto Oliver fique bravo, ele nunca perde a paciência.

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net