tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Kung Fu - Parte 1


 

 

 

Kung Fu foi uma série americana estrelado por David Carradine, criado por Ed Spilman, Jerry Thopre (que também dirigiu e produziu vários capítulos) e desenvolvida por Herman Miller, que escreveu e co-produziu a série. David Chow e mais tarde Kam Yuem foram os auxiliares técnicos de kung fu para este seriado. O episódio piloto "Kung Fu: The Way of the Tiger, The Sign of the Dragon" de 90 minutos foi apresentado originalmente pela rede ABC no dia 22 de fevereiro de 1972. 

 

 

O restante dos outros capítulos começaram a ser apresentados de 14 de outubro de 1972 até 26 de abril de 1975, num total de 63 episódios (incluindo o piloto), de aproximadamente 50 minutos cada, mais um telefilme chamado "Kung Fu: The Movie", de 120 minutos apresentado pela TVM em 1 de fevereiro de 1986, e em 1987, um outro telefilme "Kung Fu: The Next Generation" foi produzido.

 

 

 

Kung Fu relata as aventuras de um monje Shaolin chamado Kwai Chang Caine, interpretado por David Carradine (fase adulta), por Keith Carradine (fase adolescente) e por Radames Pera (fase de garoto). A história começa nos finais do séculos 19 quando ainda muito garoto, Kwai Chang Caine, filho de pai americano e mãe chinesa, fica órfão e resolve tornar-se um Monge Shaolin, que na época era motivo de orgulho e honra para muitas famílias e muitos garotos vinham a frente ao portão do mosteiro para ser escolhido e ter treinamento. 

 

 

 

A espera geralmente era longa, às vezes durava dias e isso também fazia parte do esquema da escolha, pois desse modo os monges conseguiam observar as diversas qualidades dos garotos, e grande parte deles desistiam rapidamente. Após alguns dias debaixo de muita chuva, somente Caine permanece à espera. Um dos monges que o observa vê no garoto grandes virtudes como perseverança, paciência e vontade. Ele então é escolhido e levado ao monastério onde inicia seus ensinamentos para tornar-se um mestre de Shaolin.

 

 

Mestre Kan e Mestre Po são os principais professores de Caine que com o tempo e a convivência faz com ele se torne um de seus alunos preferidos, principalmente para o monge cego, Mestre Po, que o trata carinhosamente como "Gafanhoto" e uma grande amizade nasce entre os dois. 

 

 

Após longos anos de treinamento Caine finalmente consegue se "ordenar" um Monge Shaolin numa cerimônia que envolve um estranho ritual, uma espécie de "batismo". Caine tem que abraçar uma espécie de um vaso grande, feito de metal, ardendo em brasa e levá-lo a um outro local próximo. 

 

 

Isso faz com os braços de Caine queimem deixando uma marca de um dragão tatuado em seu antebraço para sempre. Esta marca indica que agora ele é um verdadeiro Monge Shaolin.Algum tempo depois, numa tarde ensolarada quando Caine e Mestre caminham pela cidade eles se deparam com uma a tropa que escoltava o sobrinho do Imperador. 

 

 

Por ser cego Po permanece no caminho da tropa e uma discussão começa, quando o arrogante sobrinho saca de uma arma e o dispara atingindo o Mestre.  Pela primeira vez surge uma fúria inexplicável no coração de Caine ele acaba reagindo, apanha uma lança e acaba matando o sobrinho do Imperador. Antes de morrer Mestre Po diz a Caine para ele fugir, voltar para a terra de seu pai, senão ele acabará sendo preso e morto.

 

 

Diante disso Caine resolve fugir da China e descobre que tem um meio irmão morando nos Estados Unidos chamado Danny. A partir daí inicia-se uma longa jornada de Caine nos Estados Unidos, por volta de 1870, fugindo, principalmente dos caçadores de recompensa, que querem prendê-lo e levá-lo ele novamente a China para receber 10 mil dólares (ele vivo) ou 5 mil dólares (ele morto). 

 

 

A cada episódio Caine vive uma nova aventura envolvendo-se com problemas de terceiros e tentando auxiliar as pessoas na resolução de seus problemas e de seus infortúnios, bem como lutando contra as injustiças do Velho Oeste, perseguições dos caçadores de recompensa, sempre colocando em prática os antigos ensinamentos sábios passado pelos seus mestres na China e procurando usar a violência como um último recurso.

 

 

A tatuagem de dragão no braço de Caine, no desenrolar dos capítulos, torna-se um outro  fator de destaque, pois por diversas vezes ele é reconhecido como um monge Shaolin,  pelos chineses que trabalham e moram nos Estados Unidos. Ao ver o braço de Caine põem-se a abaixar a cabeça e a saudá-lo respeitosamente, o que chama a atenção dos americanos que não entendem a razão daquilo e fazendo com que os caçadores de recompensas o encontre mais rapidamente. 

 

 

Próximo da conclusão da terceira temporada e encerramento da série, nos capítulos Barbary House (1), Flight to Orion (2), The Brothers Caine(3) e Full Circle (4), Caine não só encontra o seu irmão, mas também seu sobrinho Zeke. Uma das coisas mais interessantes dessa série era a transmissão da antiga sabedoria aos telespectadores, o passado de Caine e muitas situações importantíssimas para o desenrolar da trama,  através do uso de diversos "flashbacks" ao longo do capítulo. 

 

 

Eram momentos mágicos, de rara beleza e que tornou uma característica marcante deste seriado. Em 1986, no telefilme Kung Fu: The Movie, Caine (David Carradine) é obrigado a lutar contra o seu próprio filho desconhecido, Chung Wang, interpretado por Brandon Lee e em 1987, no segundo telefilme  Kung Fu: The Next Generation, com Brandon Lee como Johnny Caine e David Darlow como Kwai Chang Caine.

 

 

Em 1973  a série foi premiada com dois Emmy Awards. Uma como Melhor Diretor para Jerry Thorpe pelo episódios An Eye for an Eye e outra para Jack Woolf como Melhor Cinematografia, também por An Eye for an Eye. Neste mesmo ano Herman Miller recebeu o prêmio Writers Guild of America Award como Melhor Drama por King of the Mountain. 

 

 

Dois livros importantes livros falam sobre a série. A primeira é The Kung Fu Book of Caine: The Complete Guide to TV´s First Mystical Eastern Western, de Herbio J. Pilato de 1993 e a outra The Kung Fu Book: The Exclusive, Unauthorized, Uncensored Story of America´s Favorite Martial Arts Show, de Robert Anderson, de 1994.

 

Foto - Bruce Lee 

 

Esses livros contam que, muito antes de se iniciarem o filmagem da série de televisão Kung Fu de 1972, já corriam muitos boatos e discussões a respeito de quem deveria interpretar Kwai Chang Caine. Bruce Lee foi considerado para o papel, mas o diretor Jerry Thorpe, tinha David Carradine como seu preferido, desde o início. 

 

 

Apesar disso havia muita discordância, pois a rede estava mais interessada num ator mais musculoso e por isso o estúdio cogitava o nome de Bruce Lee, já que ele havia feito filmes como Fists of Fury (1969), também trabalhado na televisão como Kato na série Besouro Verde (1966-1967) e tinha um considerável sucesso no mundo dos filmes de artes marciais.

 

 

Mas Kung Fu exigia uma pessoa serena e Carradine era o mais apropriado para o papel, além disso ele poderia passar muito bem como um mestiço. No entanto, na época alguns atores asiáticos sentiram-se desprezados por não contratarem um ator oriental para o papel principal, mas apesar de tudo, a indicação de Carradine foi bem aceita pela comunidade asiática. No Brasil esta série foi apresentado na década de 80 pela Rede Globo com grande sucesso.

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   04   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net