tvsinopse.

kinghost.net

 







 


The New Adventures of Charlie Chan - Parte 1


 

 

The New Adventures of Charlie Chan foi uma série de televisão baseado no personagem Charlie Chan, um detetive chinês-americano fictício criado por Earl Derr Biggers, que segundo ele, foi inspirou na carreira do policial de Honolulu Chang Apana. O personagem acabou se tornando herói de vários livros e filmes.

 

 

Charlie Chan era casado e tinha uma grande família formada por vários filhos, que coloquialmente ele costumava o filho mais velho de “Filho Número Um” e morava numa casa em Punchbowl Hill. Ele era um homem muito grande, mas caminhava suavemente e não gostava de bebidas fortes.

 

 

Chan nasceu na China e emigrou para o Hawai ainda muito jovem. Ele era um marido fiel e patriarca muito orgulhoso dos quatorze filhos. Ele era geralmente retratado como uma pessoa amável, assim como não dispensava os valiosos provérbios dos “antigos filósofos da China”.

 

 

Ele iniciou a carreira como sargento e logo foi promovido para Tenente e Inspetor. Nos filmes o personagem era visto freqüentemente como um agente especial para o governo norte-americano e depois como detetive particular na cidade de São Francisco.

 

 

Durante o curso das séries no cinema, o personagem viajou para duas dúzias de países nos cinco continentes e também é mencionado como tendo trabalhado num caso até na Austrália. Seus filmes fizeram muito sucesso na década de 40, mas Chan também sobreviveu aos seus imitadores e competidores que apareciam em filmes de investigadores, ao lado de outros símbolos como Sherlock Homes, Nick Charles e Sam Spade.

 

 

O personagem de Chalie Chan apareceu em seis livros de Earl Derr Bigger, que foram publicados entre 1925 a 1932. Em 1926, a Pathe Studios produziu o primeiro filme denominado “The House without a Key”, estrelado por George Kuwa como Chan e um ano depois, a Universal produziu “The Chinese Patrol”, protagonizado por Shojin como Chan.

 

 

Estes dois filmes foram adaptadas dos romances de Chan, mas esses filmes já não existem mais, dados como perdidos. Os personagens do romance de Chan foram adquiridos posteriormente pela Fox Film Corporation e deram grandes lucros para o estúdio.

 

 

O primeiro filme pela Fox surgiu em 1929, chamado “Behind That Curtain”, mas o sucesso mesmo veio em 1931, com “Charlie Chan Carries On”, produzida pela Soul M. Wurtzel, com Warner Oland como Charlie Chan. Ao todo, o ator Oland fez cerca de quinze filmes para a Fox. O último filme de Oland, antes de sua morte, foi “Charlie Chan at Monte Carlo” de 1938.

 

 

Depois o papel passou a ser protagonizado por Sidney Toler que estreou em “Charlie Chan in Honolulu” de 1938 e permaneceu até “The Trape” em 1946, em mais de vinte filmes.

 

 

Na rádio o personagem Charlie Chan permaneceu em diferentes emissoras (Blue, NBC, ABC, MBS) entre os anos de 1932 a 1948, vários deles retratados pelos atores Walter Connoly, Ed Begley Jr e Leon Janney.

 

 

A partir de 1937, Charlie Chan e suas aventuras começaram a serem exibidas em tiras de jornais e em revistas em quadrinhos, em diversas publicações, por diferentes editoras, principalmente nos Estados Unidos, onde o personagem fazia bastante sucesso.

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net