tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Azarado


 

 

Certa vez conheci um belo menino que todos diziam que nascera com um enorme talento para ser um grande cantor. Desde criança gostava muito de música, seus pais também eram músicos profissionais de uma orquestra, o garoto tinha uma excelente voz e sabia escolher muito bem as músicas que gostava de interpretar e assim desde muito pequeno começou a participar de diversos programas de calouros onde recebia boas classificações e elogios. Então aos 15 anos de idade iniciou sua carreira fazendo shows em caravanas de outros artistas pelas cidades do interior.

 

 

Depois foi uma para a grande metrópole e passou a cantar em algumas casas de espetáculo daquela cidade. Certo dia conheceu um produtor de discos que o convidou para gravar um disco e assim ele o fez. O primeiro disco seu não decolou, então tentou o segundo, o terceiro e o quarto, mas incrivelmente ele não acontecia. Todos ficavam penalizados com ele que tentava divulgar os seus discos de todas as maneiras possíveis, mas ele continuava não acontecendo.

 

 

Assim sendo voltou novamente para a noite e continuou a cantar em outras casas de espetáculos de diversas outras cidades, e com isso ia conseguindo levar sua vida e esperando o seu sonho se concretizar, mas como sempre o sucesso artístico dele não acontecia. Conheceu depois outros produtores gravou com eles o quinto, o sexto e o sétimo disco, mas o coitado não acontecia. Seguindo conselhos de amigos passou a frequentar terreiro de macumba, depois passou por diversas outras religiões e chegou a gravar dois discos gospel, mas nem mesmo entre os religiosos ele não acontecia. Permanecia sempre sem sucesso algum e assim retornou a cantar em diversas casas de espetáculos de pequenas cidades, onde se tornou um pouco conhecido, mas também somente nestes locais, do resto ele não acontecia.

 

 

Depois de muito tentar resolveu largar a carreira de cantor e dedicar-se somente ao seu instrumento musical, pois além de cantor era também um afinado saxofonista e assim começou a fazer parte de diversos grupos musicais de diversos ritmos diferentes, mas ele não acontecia e nem o grupo da qual ele participava. Com o passar do tempo nenhum grupo queria mais a sua participação porque senão não acontecia. O cara parecia ter uma urucubaca daquelas e não havia sal grosso que tirasse isso dele, mas continuava a persistir em tudo que sonhava.

 

 

Depois de se tornar músico saxofonista voltou a estudar e se formou como maestro e logo conseguiu um contrato para reger uma grande orquestra municipal de certa e importante cidade, entretanto quando foi o dia da estreia da apresentação do espetáculo, com todos os ingressos já vendidos e ele muito entusiasmado, bem na hora que o espetáculo deveria acontecer uma tremenda chuva de granizo como nunca se vira naquela cidade, com direito a raios, trovões e ventos uivantes desabou ocasionando a falta de luz geral e o show cancelado e não aconteceu.

 

 

Em vista disso o espetáculo foi adiado, mas quando o momento chegou metade dos músicos contaminam-se com uma gripe violenta que se espalhou rapidamente pela cidade e o espetáculo novamente não aconteceu. Depois tentaram marcar outro e outro e outro, mas em todos eles alguma desgraça surgia e o espetáculo não acontecia. Sua fama de azarado foi ficando tão grande que o Prefeito achou melhor despedi-lo, antes que o pé frio daquele cara acabasse contaminando até mesmo a sua carreira política. Logo que ele saiu, outro maestro assumiu o seu lugar e já nas primeiras apresentações a orquestra se transformou num grande sucesso e recebeu até convite para outras cidades, e depois partiram numa excussão para a Europa e Estados Unidos, enquanto isso o coitado do rapaz não acontecia.

 

 

Mesmo ele sendo tão entusiasmado e firme em alcançar os seus sonhos, um dia nem mesmo ele aguentou e resolveu de vez largar mão de tudo que acreditava e, se candidatou a um cargo público e se tornou um reles funcionário público de uma autarquia lá nos cafundó do Judas, ganhando uma merreca de salário que mal dava para seus gastos pessoais. Nem mesmo como funcionário público ele não acontecia. Nesse meio tempo conheceu uma linda mulher e ficou tremendamente apaixonado por ela, mas logo descobriu que a moça gostava de outro rapaz que não dava a menor pelota para ela. Vendo o drama da moça resolveu aproximar-se tornando seu amigo para assim poder consolá-la e quem sabe um dia conquistá-la, mas ela não queria saber do cara nem fodendo, e nem mesmo como amigo de sua paixão ele acontecia.

 

Pouco a pouco começou a ficar cada vez mais desiludido com a vida e como último recurso resolveu virar um padre, quem sabe Deus o queria. Começou a estudar para se tornar um sacerdote, mas quando estava quase no fim de seu curso conheceu uma bela moça e novamente teve uma arrebatadora paixão por ela. Largou tudo e começou a namorar a tal moça, mas depois de uma semana de uma intensa paixão, dele naturalmente, ela o largou e fugiu com outro rapaz que também estudava com ele na missão, e assim novamente nem com Deus e nem com as mulheres ele acontecia.

 

 

Passou então a ficar completamente angustiado e certo dia desesperado que estava foi até a praia, subiu numa alta montanha de pedra e se atirou de lá despencando ao mar, mas um pescador estava por perto, logo ao vê-lo cair atirou-se ao mar e conseguiu trazer ele com vida e assim nem na morte ele acontecia. Não tendo mais nada que fazer ou tentar nesta vida foi até uma rua qualquer e sentou na calçada, e naquele momento ele começou a rir de sua própria desgraça de não acontecer em nada que tentara. Era muito azar para um cara só, e neste instante lembrou-se de uma antiga música, que ele havia gravado em seu segundo disco que não aconteceu, que falava sobre a esperança perdida.

 

 

Assim ele cerrou os olhos e começou a cantarolar a canção com todo o seu vozeirão como um maluco no meio da rua. Logo uma porção de pessoas que por lá passava parou e ficou a ouvir e admirar aquela linda canção, e foi justamente neste momento que um grande apresentador de televisão passou por perto, aproximou da multidão o rodeando e viu aquele pobre homem a cantar com toda paixão e sentimento aquela fascinante música.

 

 

Na mesma hora o apresentador pegou pelo braço e levou para sua casa, cuidou dele e na semana seguinte se apresentou para cantar no programa dominical e por mais inacreditável que pareça desta vez, contrariando todas as suas expectativas ele recebeu uma mega aprovação por parte do público que o assistia. Mil outros convites começaram a jorrar por todos os lados, gravou outras músicas que tiveram vendagens fenomenais e nunca mais parou de fazer sucesso. Foi assim que ele finalmente aconteceu.

 

Retornar/Outros

 

 


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net