tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Cyberkromos


 

 

Durante as pesquisas que ocorreram no fim do século 21, diversos cientistas e pesquisadores de diversas áreas trabalharam num projeto ultrassecreto denominado Decameron que consistia na construção de um poderoso computador capaz de suprir quase todas as necessidades humanas e desta forma fazer com que a humanidade pudesse conduzir com tranquilidade o traçado de seu futuro. Para a concepção desse complexo sistema de dados os cientista chegaram à conclusão que era necessário que houvesse uma conexão entre os projetos computacionais vigentes com o cérebro animal e para a finalização de tal projeto animais de algumas espécies acabaram sendo sacrificados para que esse objetivo fosse alcançado, mas nenhuma desses cérebros mostrou ter a eficiência necessária para tal magnitude.

 

 

Foi então que se cogitou na possibilidade do uso da mente humana para tal finalidade, mas lidar com seres humanos não era a mesma coisa que lidar com macacos ou ratos, assim sendo uma regulamentação foi desenvolvido para que se permitisse que voluntários humanos pudessem se arriscar nesse projeto que poderia ser de grande sucesso, porém com a possibilidade de acabar novamente num fracasso como as que ocorreram com os projetos passados. Eu, que não desejo revelar meu nome era um dos auxiliares diretos desse projeto e ao ver nele uma grande chance para o bem estar da humanidade resolvi me candidatar como voluntário, e após diversos testes e exames acabei sendo escolhido para ser o primeiro homem a ter sua mente conectada diretamente com um poderoso computador, e juntos realizarmos as tarefas objetivadas.

 

 

Após várias horas de uma delicada operação meu cérebro foi separado de meu corpo, que passou a ter vida vegetativa através de instrumentos, e o meu cérebro colocado num local apropriado dentro do grande computador onde eu passaria a continuar vivo e assim interagir com os outros instrumentos e até passá-los a comandá-los em seu devido tempo. Minhas lembranças continuavam a estar intactas, e mesmo após ir para o centro nervoso do computador e eu continuava a ser o mesmo homem que sempre fora. Durante os vários meses em que diversos testes foram sendo realizados pude ir sentindo que tudo caminhava para o êxito e assim aconteceu, e finalmente fui batizado como CyberKromos 1 em homenagem a uma série de televisão de ficção de científica de um passado longínquo, e passei a agir com certa autonomia.

 

 

Para que eu não se tornasse um mero e perigoso instrumento ditatorial também foram eleitos mais dois conselheiros, um do ocidente outro do oriente do planeta, que seriam eleitos pelo povo de tempos em tempos e assim nós três determinaríamos os rumos a serem tomados. Em caso de discordância somente as decisões majoritárias seriam aplicadas. Assim sendo nós estabelecemos as prioridades mais urgente e como primeira norma foi a de estabelecer que a humanidade tivesse o seu direito a Igualdade, e assim ficamos encarregados de criar uma série de parâmetros para que todos os habitantes da Terra tivessem pelo menos um grau de vida muito semelhante ao do seu vizinho e assim por diante. Depois de estabelecermos as normas de conduta os meus circuitos cerebrais juntamente com as do computador começaram a agir dando início a grande operação de igualdade para todos.

 

 

Durante as décadas seguintes algumas melhorias já começaram a serem sentida e praticamente grande parte da humanidade já tinha o que comer, e a fome quase extinta e nos anos posteriores também eles passaram seus próprios tetos e até gozarem de certo conforto. Mas, para que isso também pudesse ocorrer muitos tiveram que ser sacrificados e isso atingiram principalmente os homens ricos e poderosos, assim como as grandes corporações que tiveram que se desfazer das suas coisas para o bem comum de todos, o que fatalmente acabou gerando uma grande insatisfação entre eles. Enquanto os objetivos da Igualdade continuavam, esses insatisfeitos conseguiram de alguma maneira burlar as nossas vigilâncias, apropriaram-se de uma grande nave e partiram para fora do nosso sistema solar, portanto fora das nossas jurisdições e depois pouco ou quase nada se soube deles se haviam ou não alcançado seus objetivos.

 

 

Por outro lado, aqui na Terra as coisas caminhavam cada vez mais para a igualdade de todos, e durante algumas décadas de diversos acertos, e praticamente depois de um século de ajustes, erros e acertos a humanidade chegava a sua atmosfera limpa novamente, os congestionamentos desapareceram, assim como a vida agitada, os conflitos e as guerras, nenhum animal mais entrou na lista da extinção, nossas florestas preservadas e voltaram a florescer, as águas dos rios e mares totalmente límpidas, enfim estávamos bem próximo ao que sempre sonhamos, ou seja, ter um bom lugar para se viver. Mas, esse sonhou infelizmente acabou não se concretizando, quando durante uma noite algumas e estranhas naves espaciais começaram a ser detectadas pelos nossos radares, indicando que eles se aproximavam cada vez mais da Terra. Assim todos nós ficamos curiosos e aguardando quem seriam e quais seus objetivo.

 

 

Quando as cinco grandes naves ficaram em órbita da Terra uma mensagem chegou e foi então que descobrimos tratar-se dos descendentes daquelas pessoas insatisfeitas que certo dia haviam ido embora da Terra, e que agora voltavam para reivindicar o seu pedaço do planeta. Longe da Terra, esses homens tiveram que passar por diversas privacidades, lutas internas, mortes e outras porções de horrores, até que finalmente conseguiram recriar o Cyberkromos 2 com as mesmas capacidades que as minhas e assim retornaram cheios de ódio e com muita vontade de vingar daqueles que lhes deram as costas.

 

 

A mensagem chegada até nós dizia para a humanidade se render e a Cyberkromos 1 destruída completamente, mas todos sabiam que isso também significava a volta do pesadelo do passado e serem comandados pelo substituto alienígena. Devido às circunstâncias sugeri aos outros dois conselheiros que eu fosse destruído, assim como repartissem um lugar com eles e quem com o tempo os fazer enxergarem que a suas iras não tinham mais fundamento, pois eles estariam de volta ao lar que sempre pertenceram. Mas os outros dois conselheiros não aceitaram a minha sugestão e resolveram enfrentar os visitantes e para isso fez com que eu direcionasse as ogivas plutônicas, preparadas para explodir os asteroides que por ventura estivessem em rota de colisão com a Terra.

 

 

Rapidamente passei a fazer as adaptações necessárias para redirecioná-las as naves em órbita do planeta, enquanto os conselheiros tentavam de todas as formas diplomáticas chegarem a um acordo que sempre terminaram em fracassos, pois eles simplesmente não davam ouvidos, raivosos que estavam. Assim ao primeiro ataque deles em direção a Terra, as ogivas foram acionadas e as cinco naves completamente destruídas, mas outras naves inimigas começaram a surgir de todos os cantos dando início novamente ao retorno da guerra que perdurou por algumas dezenas de anos causando enormes prejuízos para ambos os lados, e cuja luta se estende até os dias de hoje. Tanto os habitantes da Terra, assim como a população do planeta dos "invasores" passaram a considerarem-se somente como sobreviventes. Por outro lado todos esses dramas e tormentos da guerra fizeram com que muitos não mais desejam mais lutar uns com os outros e assim finalmente uma luz no fim do túnel surgiu, quando alguns dissidentes de ambos os lados, não satisfeitos com o rumo que as coisas tomaram, resolveram nomear uma zona neutra e lá fazer com que as duas partes se sentarem e tentar chegar num acordo e quem sabe até a paz.

 

 

Esta reinvindicação durou muito tempo, mas certo dia aconteceu e hoje uma nave está saindo da Terra em direção a essa zona neutra com propostas de tolerância mútua na esperança de que possamos fazer algo em comum aos dois povos, que na verdade são apenas uma e todas elas saídas da mesma barriga terrena, uma briga entre irmãos, nada mais que isso. Se essa conferencia resultará em alguma coisa ninguém sabe, mas ela é a oportunidade esperada de muitas pessoas de ambos os lados que anseiam por um pouco de paz e harmonia entre nós. Talvez para isso é necessário cedermos em algumas coisas para aceitarmos outras e essa é a função e as esperança que depositamos em nossos enviados e que dela nos tragam boas notícias, e que o bom Deus a todos nos perdoe pelas nossas idiotices e intemperanças. Amém.

 

Retornar/Outros

 

 


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net