tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Efeito Colateral


 

 

Muitos como eu acreditaram por muito tempo que somente os remédios podiam curar as nossas enfermidades é que trazem os conhecidos efeitos colaterais para a nossa saúde, ou seja, de um lado cura e por outro lado destrói uma porção de outras coisas que não precisavam ser estragadas. E foi com esse pensamento que vivi até os dias de hoje, quando também comecei a desconfiar que não sejam somente as drogas ou remédios que causam esses efeitos colaterais, mas atualmente uma coisa chamada "Cultura" quando utilizada de forma incorreta e aleatória.

 

 

 "Cultura" essa que é uma coisa santificada por todos nós como um bem maior que a humanidade possa ter acumulado durante seus anos de existência, e que a procura da mesma é fazer com que nós os humanos nos tornemos criaturas melhores, entre outras coisas do gênero, mas infelizmente não é a conclusão que se chega ao começamos a sentir os efeitos de sua colateralidade e dessa tal "Cultura", que nós tanto apregoamos.

 

 

Mas, você deve estar perguntando que efeitos tão nocivos são esses que desconhecemos? O efeito colateral cultural é principalmente a Arrogância, da falta de humildade de quem as possui de considerar-se melhor do que os outros e achar que sabem mais do que todos, que somente ele detém a verdade de tudo e das coisas, enfim que é o auxiliar direto de Deus, pois tudo sabe, a tudo pode e somente ele está sempre certo. Esse efeito colateral eu a intitulo de "Intelectualidade", entre aspas, especialmente para separar daquelas pessoas que detém verdadeiramente a Cultura e que nada tem a ver esse efeito.

 

 

 Essa "Intelectualidade" geralmente acontece quando o sujeito acumula, acumula e acumula uma série de informações conquistadas através de uma gama variável de leituras, de estudos e principalmente de diplomas de vaidade e de repente, num determinado momento, começa a perder a noção real das coisas, deixar de olhar para o que acontecendo ao seu lado e então começar a simplesmente “filosofar” e se achar o dono da cocada preta, pois todas essas informações acumuladas passam a ter qualidade de Poder esmagando a sua humildade, mesmo que ele não assuma isso, mas é assim que passa a pensar ou ter as suas justificativas, como sempre.

 

 

Nos últimos tempos, infelizmente ao assistir a televisão que eu tanto gostava, aliás, que eu amava e que acabou se tornando um palco das piores idiotices que se possa imaginar e onde esses "Intelectualóides" de meia tigela passaram a substituir os artistas e começaram a cagar as suas baboseiras e apresentar suas sugestões cheias de "bondades" e "humanidades", todas entre aspas, pois elas representarem exatamente o contrário.

 

 

Estou cansado de ver esses ditos cujos, mestres dessa "Cultura e Benevolência" tapar o sol com a peneira, de passar todo momento as mãos nas cabeças da criminalidade, justificar a ação dos sem-vergonhas e dos desonestos, e de ficarem tagarelando a todo o momento com soluções utópicas, mágicas, demagógicas, como se pudesse acabar com uma gangrena tomando simplesmente aspirinas, quando na verdade todos sabem que necessitam serem amputadas as partes afetadas. Isso não é ser desumano, mas sim deixar a conversa fiada de lado, de não ter apenas conceitos bonitos pra pregar aos outros, já que aquilo que ele está defendendo não está acontecendo com seus fundilhos, mas sim nas traseiras dos outros, ou seja, pimenta nos olhos dos outros é colírio, como dizia o velho ditado popular.

 

 

Mas, deixando as revoltas de lado, e partindo para os finalmente, o efeito colateral Cultural é muito fácil de ser medida bastando comparar a nossa atitude tais como de bondade, gentileza, caridade e outras do gênero com aquelas que praticamos no nosso dia a dia, e fatalmente chegaremos a uma contradição de nós mesmos. Os nossos discursos são uma e as ações completamente opostas. Não é possível aceitar, numa escola de 1 a 10, que uma pessoa receba uma nota nove culturalmente e nota um nas atitudes humanas. O contrário sim poderia ser considerado como louvável, mas é isso que acontece que nas diversas "intelectualidades" que presenciamos no nosso dia a dia, inclusive em muitos de nós mesmos.

 

 

Também não é possível aceitarmos que a Cultura seja isso, uma porção de asneiras somente para vomitarmos para fora, num discurso ou numa mesa de bar. A Cultura tem que servir para o engrandecimento do homem, porém não confunda engrandecimento com sucesso, pois sucesso atualmente está mais ligada a mostrar a bunda na televisão. Por outro lado também tenho sentido uma luz no fim do túnel com a chegada dessa nova juventude, que provavelmente em mais algumas gerações irão finalmente romper definitivamente com essa maldita “Cultura” do passado, cheia de erros e de coisas inúteis.

 

 

No futuro talvez o homem não precise mais ficar acumulando tais asneiras que hoje existe na cabeça desses "Intelectuais" de meia tigela de hoje, pois o ideal humano é que tanto a mente quanto ao coração andem sempre juntas, talvez essa seja a verdadeira cultura, o resto conversa fiada. Isso também não significa que somente porque o sujeito possui uma boa bagagem cultural, diversos diplomas seja um imbecil como citado anteriormente, temos que naturalmente saber separar o joio do trigo e tomar cuidado com as generalizações.

 

 

No futuro provavelmente não será necessário guardamos tanta informação inútil e sim buscá-la somente quando necessitarmos realmente dela, provavelmente através da rede ou algo semelhante, e somente neste instante. O restante do tempo passará a usar as mentes e corações para outras atividades mais importantes do nosso dia-a-dia e nesse mundo moderno que o futuro nos aguarda, o homem diagnosticará seus problemas e encontrará soluções para suas vidas através de diversas opções e ferramentas à sua disposição e não ficar somente escravos da cultura ancestral a que foi submetido.

 

 

Dentro desse quadro provavelmente teremos um mundo mais humano, por mais que muitos acreditem no contrário, todos terão que ser bondosos e generosos com todos, caso contrário eles não conseguirão sobreviver. As virtudes humanas se tornarão uma necessidade e não uma opção de cada um como acontece hoje. Todos terão que desenvolver sua capacidade de compartilhamento senão ele não conseguirá se desenvolver.

 

 

Nós homens do passado não conhecemos o verdadeiro sentido da palavra compartilhar, pois para nós arcaicos, compartilhar é ainda dar o mínimo para receber o máximo. Atualmente compartilha apenas quem quiser e seu significado está apenas ligada a ferramentas como Facebook, Orkut, Twiter e outras do gênero, mas no futuro o compartilhamento será uma necessidade e provavelmente nesse ambiente que aquele famoso "jeitinho brasileiro" terá que dar lugar a coisas mais interessantes, pois o mundo provavelmente não terá interesse nessa falcatrua criada por gerações e gerações de brasileiros.

 

 

Nesse mundo novo a nossa esperteza, o levar vantagem em tudo, e a nossa sei lá o que, terá que dar lugar a outros contextos, que será a de um compartilhamento honesto e generoso com todos, para que se possa também usufruir de todas essas facilidades. É neste sentido que deposito minha fé neste mundo novo que se aproxima, pois vejo nela, pela primeira vez, um verdadeiro rompimento com esse passado desastroso, das histórias mentirosas e inventadas, escritas pelos vencedores das guerras e revoluções. Em breve também muitos dos homens do passado do século XX terão ido embora para a eternidade, deixando livre esse novo mundo que se aproxima mais limpa de nós infecto contagiosos juntamente com essa “Cultura” imbecil e sem sentido, que não tem feito nada de bom pra humanidade, a não ser guerras e revoluções idiotas, e outras baboseiras.

 

 

Os jovens do futuro ficarão livres dos revolucionários do século XX e suas imbecilidades, dos partidos de esquerda, de direita e do centro, e todos passarão a viver num mundo onde nenhum governo ou governante possa tomar medidas às escondidas, armar as suas arapucas contra seu povo, um mundo onde aqueles ideais revolucionários vigentes até o final do século XX, não passará de apenas fatos históricos. A nova sociedade poderá finalmente viver sem aqueles revolucionários, idealistas que certo dia levou milhares de pessoas ao delírio, a morte e ao sofrimento com a promessa de um ideal de liberdade, para logo em seguida tornarem-se carrascos de si próprios, cegados pelo poder e cobiça, e centenas de outras coisas piores daqueles que ele tanto combatia. Dos ideais revolucionários que são logo esquecidos, para se tornarem monstros, de abraçarem o Poder conquistado e nunca mais permitir que outro ouse fazer aquilo que um dia ele próprio fez e se esqueceu naturalmente.

 

 

Bem que eu gostaria viver nesse mundo novo que se aproxima, mas sinto que farei parte apenas do seu início, que não terei tempo suficiente para desfrutar de seus saborosos frutos, mas apesar disso acredito que posso deixar uma pequena contribuição apontando alguns erros por nós cometidos e alertá-los para que não façam nada daquilo que fizemos, pois só foi bosta. Nesse futuro alguém provavelmente criará novas ferramentas capazes de analisar melhor o passado da humanidade e assim conhecer verdadeiramente como as coisas se sucederam na história do mundo, e nessa hora eles descobrirão a nossa falcatrua, a nossa enganação, os nossos delírios e passaremos a ser rotulados de "pobres e imbecis homens arcaicos do passado", e que o nosso legado não é coisa que se preste, por mais que assim o desejássemos.

 

 

Neste futuro a verdade virá à tona, a história deverá ser vista como um instrumento em benefício do homem e não um conto da carochinha, mas vista como ela realmente foi e quando isso acontecer os jovens do futuro terão melhores condições do que aquela que tivemos para evitar e não cometer os mesmos enganos por nós praticados. Essa é a única esperança que me resta, a espera de um mundo melhor, muito diferente daquele que meus pais me prometeram, mas não tiveram tempo hábil para cumpri-las, se essas "Intelectualidades" deixarem evidentemente. Jovens do futuro acordem e abram bem os olhos com esses perigosos homens do passado.

 

 

Texto - Pesquisa - Criação = Osamu Nakagawa

 


 

Retornar

 


2008 - tvsinopse.kinghost.net - Todos os direitos reservados


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net