tvsinopse.

kinghost.net

 







 


José


 

 

José Bento da Silva Pereira era um cidadão como outro qualquer que vivia na cidade de Miracema, um município localizado na Região Noroeste Fluminense, no Estado do Rio de Janeiro, um pacato e tranquilo lugar por volta dos anos 30, onde a sua história se inicia. Ele estava casado há alguns meses com Catarina de Souza Santos Pereira, que estava grávida a cerca de três meses e todos os dias ele ia trabalhar no município vizinho de Itaperuna onde ele tinha um pequeno mercadinho, enquanto Catarina trabalhava como professora numa escola a algumas quadras de sua casa.

 

 

Os dois se conheceram nos bailes do bairro, começaram a namorar e dois anos depois já estavam casados e morando numa pequena casinha que José conseguira comprar fazendo algumas economias. Eles eram bastante alegres e com muitos amigos pela vizinha, sempre cordiais com todos e sempre recebendo os parentes e amigos mais chegados em sua casa, ora para um almoço, ora apenas para uma roda de conversa ou então para escutar a rádio sobre os primeiros conflitos na Europa que acabariam em pouco tempo se transformando na grande guerra.

 

 

Certo dia José saiu para trabalhar como fazia todos os dias e nunca mais retornou a sua casa. Catarina e todos os parentes e amigos procuraram por toda a parte, mas nenhum sinal dele foi encontrado. Não havia nenhuma notificação de acidente, nem entrada em nenhum hospital, nada. José simplesmente sumira. Alguns meses depois nasceu Antônio Carlos, o filho do casal que Catarina foi criando sozinha contando com a ajuda de seus familiares e também dos parentes por parte de José, e assim Carlos ou Carlinhos foi crescendo.

 

 

Muitos anos se passaram e nenhuma notícia sobre o paradeiro de José. Durante esse tempo muitas especulações foram levantadas, mas não havia nada que justificasse o desaparecimento de seu marido. Carlinhos completou 15 anos apenas ouvindo algumas histórias contadas pela sua avó paterna e de suas tias. Catarina, por sua vez não sabia se ficava com raiva com José ou compadecida por seu desaparecimento.

 

 

Os anos foram passando e por diversos anos Catarina esqueceu quase completamente de José, assim como seu filho e imaginavam a figura do pai como uma pessoa morta e a vida seguiu seu caminho. Carlinhos se tornou o professor Carlos seguindo a carreira de sua mãe e passou a dar aulas nas escolas públicas do bairro em que moravam. Na escola conheceu Amélia, também professora, os dois começaram a namorar e finalmente resolveram ficarem noivos.

 

 

Amélia era filha única de Camila Soares Brandão e de Jofre Brandão que moravam na cidade de Alfenas, município localizado no sul do estado de Minas Gerais, onde seus pais trabalhavam como enfermeiros num grande hospital da região. Amélia veio estudar no Rio de Janeiro, onde ficou morando na casa de sua tia Dolores que vivia tendo crises de asma. Assim, ao mesmo tempo em que Amélia estudava também ficava próxima de sua tia, uma senhora solteira, irmã única e mais velha de sua mãe.

 

 

Depois que se formou começou a dar aulas nas escolas próximas onde conheceu Carlos. Toda vez que tinha um feriado prolongado Amélia voltava para sua casa em Minas para matar as saudades deles. Depois do noivado com Carlos, eles combinaram de levarem todos para conhecerem os seus pais e assim ficou marcado. Catarina sempre vivera em Miracema e nunca saíra de lá desde que nascera, e ficou alegre com a oportunidade de conhecer novos lugares e também os pais de Amélia.

 

 

No dia combinado, um feriado prolongado lá foram eles, Carlos, Amélia e Catarina a caminho da cidade de Alfenas. O trajeto foi muito divertido para Catarina que nunca imaginara existir outras cidades tão bonitas quanto aquele localizado à beira da estrada. Depois de algumas horas viajando de ônibus, os três chegaram à rodoviária de Alfenas onde os pais de Amélia já estavam à espera de todos.

 

 

Assim que Catarina desceu do ônibus, para sua surpresa viu depois de todos aqueles anos José a sua frente ao lado de uma senhora e ambos sorrindo com grande euforia a boa chegada de todos. Por alguns momentos Catarina sentiu sua perna bambear, ficou branca e foi aos poucos se aproximando de José, enquanto Carlos e Amélia ficavam a olhar o estranho comportamento de sua mãe. Ao se aproximar Catarina balbuciou o nome José. O pai de Amélia, o senhor Jofre ficou apenas olhando vendo aquela senhora chamá-lo por aquele nome.

 

 

Finalmente Catarina havia encontrado José desaparecido a tantos anos. Depois de alguns minutos e refazer-se do susto, todos foram levados para a casa deles, que ficava cerca de vinte minutos da rodoviária. No trajeto, Catarina olhava para José, queria perguntar-lhes muitas coisas, mas a voz não saia, enquanto seu Jofre e dona Camila estavam aparentemente tranquilos. Carlos nessa hora também não sabia o que dizer, pois estava mais preocupado com o estado de saúde de sua mãe, enquanto era confortado por Amélia que também estava surpresa com toda aquela história.

 

 

Ao chegar a casa e sentarem na sala e logo dona Camila providenciou algo para eles tomarem e depois começou a contar a história envolvendo Jofre, seu marido, padrasto de Amélia. Contou que toda a história começou num dia em que um homem totalmente sem lembranças de seu passado chegava à cidade Alfenas pelas mãos do Doutor Jacinto para ser diagnosticado e tratado pelo Doutor Maciel Brandão, um famoso neurocirurgião e psiquiatra da cidade. Esse homem havia sido encontrado desmaiado numas das ruas da periferia de Itaperuna de tanta fome que estava, maltrapilho e sem nenhum documento.

 

 

O que acontecera a esse homem ninguém nunca soube, pois ele também não conseguia se lembrar de nada e assim ficou a vagar de um local para outro até desmaiar de tanta fome e apavorado por toda aquela situação. Ele foi levado a um pronto socorro próximo e tratado pelo Doutor Jacinto, que achou por bem encaminhá-lo ao seu colega, Doutor Maciel que clinicava em Alfenas.

 

 

Foi neste hospital de Alfenas que esse homem sem memória e dona Camila se conheceram. Camila estava a poucos meses de luto de seu marido que morrera de um tumor maligno, grávida de Amélia e com a aproximação os dois passaram a sentirem confortáveis um com o outro e assim aos poucos nasceu uma grande amizade entre eles. Como a possibilidade de reversão do quadro clínico desse homem sem memória era praticamente impossível pela ciência da época, o Doutor Maciel resolveu juntamente com as autoridades a dar uma nova identidade a ele, e assim foi batizado como Jofre Brandão, sobrenome do doutor.

 

 

Jofre começou a trabalhar também no hospital e a amizade ente ele e Camila cresceram ao ponto deles revolverem morar juntos e criar a criança que estava para chegar, e assim os anos foram passando. Devido à falta de suas lembranças passadas, a vida de Jofre não foi um mar de rosas. Havia dias em que entrava numa crise existencial sem tamanho e provavelmente se não fosse o amor e paciência dedicada por sua mulher Camila e por filha Amélia, talvez sua história fosse completamente outra.

 

 

Depois de algumas horas tudo ficou esclarecido. Catarina e Carlos ficaram mais tranquilos por saber que José não os abandonara. Por outro lado, Jofre conheceu muitas coisas do seu passado que pacientemente Catarina lhe contou. Mostrou uma velha foto dele que ela carrega ainda hoje em sua carteira, contou sobre seus pais, dos seus irmãos, parentes e amigos, que um dia próximo ele as veria novamente. Apesar de Jofre conhecer sua história passada, nada refletiu como lembrança, Catarina e Carlos permaneciam pessoas completamente desconhecidas.

 

 

Combinaram então o dia do seu Jofre e dona Camila passear em Miracema para que ele pudesse rever todos os amigos e parentes, mesmo que isso não representasse recuperação das suas memórias. Quatro dias depois já estavam na rodoviária para tomarem o ônibus de volta para a Miracema e pouco antes da partida seu Jofre se aproximou de Catarina, tirou a sua aliança e passou para as suas mãos que ele guardou por todos esses anos como a única coisa que o ligava ao seu passado desconhecido. Um anel que por anos e anos ele olhou por horas a fio esperando que ele lhe trouxesse alguma lembrança de seu passado, o que nunca aconteceu. Agora seu Jofre não precisava mais, pois de certa forma havia ganhado um passado, assim como Catarina e Carlos o reencontro presente, mesmo com um atraso de 25 anos. Assim se fez essa história.

 

Retornar/Outros

 

 


 

 



 

tvsinopse.

kinghost.net