tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Outros - Vinhetas - Parte 1


 

 

A palavra vinheta passou a ser familiar logo após a chegada da TV Globo, nos finais dos anos 60, quando eu comecei a ver os famosos “plim-plim” pipocando na tela da televisão, o que começou a chamar a atenção de muitas pessoas, inclusive a minha, naturalmente.

 

Foto - Boni

 

Na época se dizia que tudo começara com a recém chegada do senhor José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, também conhecido simplesmente por Boni, na novíssima TV Globo, que iniciava suas atividades. Uma das primeiras coisas que o Boni começou a chamar a atenção dos seus comandados foi à necessidade de se fazer algo sobre aquilo que era muito comum nas emissoras de televisão.

 

 

Normalmente os comerciais que passavam no intervalo de um filme, por exemplo, eram apresentados diretamente, ou seja, quase que grudada uma na outra, fazendo com que muitas vezes confundíssemos o filme com o comercial, pois tudo parecia ser a mesma coisa. O espectador não conseguia perceber a entrada de um, nem do outro.

 

 

Na maioria das vezes, somente alguns segundos depois é que a ficha do espectador caía e ele percebia a entrada do comercial ou vice-versa. Foi a partir disso que se teve a grande idéia de se criar uma vinheta bem curtinha como uma forma de avisar ao espectador da entrada do comercial.

 

Foto - Hans Donner

 

No começo era apenas um Bip-bip, que foi criado pelo desenhista Borjalo, mas por essa mesma época, essas idéias também calharam com a chegada no Brasil do design Hans Donner para a Globo, que mudou o Bip-bip para o conhecido Plim Plim utilizando um som bastante estridente para chamar a atenção.

 

 

 

A partir de então, Hans Donner também passou a desenvolver os novos logotipos da Globo que passaram por diversas modificações com o decorrer dos anos. A famosa vinheta do Plim Plim passou por uma grande transformação em 1995, quando ela passou a ser trocada por uma pequena animação de aproximadamente 30 segundos contando algumas historinhas engraçadas ou educativas e no fim da animação entrava o famoso plim plim.

 

 

Atualmente as vinhetas são os elementos responsáveis pela plástica de uma emissora ou de um programa e sua produção identifica o segmento ao público da rádio, das televisões em seus diversos tipos, ritmos e estilos, assim como em diferentes velocidades.

 

 

Praticamente nos dias atuais não existe uma regra específica para a sua criação, mas alguns autores citam alguns tipos mais conhecidos e utilizados. A mais comum são as identificações sonoras que identificam uma emissora ou algumas coisas específica dentro de sua programação e geralmente produzidas através de ecos, delay ou sons sampliadas.

 

 

Na televisão ou na rádio, as vinhetas são bastante utilizadas para as passagens da programação, nas passagens de blocos ou de diferentes momentos dentro de um horário ou programa. Existem também as vinhetas preparadas especialmente para a entrada e saída e servem geralmente para unir os blocos de programação ou comerciais, entre outras. Também podem ser consideradas como vinhetas pequenos filmes introdutórios para o cinema, site ou até de um CD-ROM.

 

 

Hoje em dia, a utilização daquilo que chamamos de vinhetas, estão presentes em quase todos os elementos e momentos do nosso dia-a-dia e não somente restritas a nossa rádio ou televisão. Quando alguém liga o computador perto de nós, por exemplo, logo percebemos através da música característica do Windows, que também pode ser considerada como uma vinheta.

 

 

Até mesmo o famoso “Pamonha de Piracicaba” pode ser considerado como uma vinheta, na medida em que ela identifica o produto que está vendido naquele momento da rua por onde ela passa. Mas, naturalmente quando ouvimos a palavra vinheta sempre nos lembramos somente daquele que se tornaram famosas através da rádio ou da televisão.

 

 

Não faz muito tempo, na capital de São Paulo, era comum escutarmos alguém tocando um apito com algumas notas diferenciadas, que imediatamente identificávamos com o amolador de faca e tesoura. Havia também aquele que vinha batendo uma tábua fazendo um barulho tremendo de plac plac, que todos sabiam que era o vendedor de biju, um biscoito caseiro.

 

 

O jingle e a vinheta pertencem ao mesmo mundo, assim o rádio e a televisão, mas apesar disso existem diferenças entre eles. A vinheta, por exemplo, está muito ligada a palavra IDENTIFICAÇÃO de alguma coisa, enquanto o jingle é praticamente um elemento de venda ou de promoção de uma marca, produto ou empresa, apesar das duas utilizar-se das coisas semelhantes como músicas, sons, textos, imagens, etc.

 

 

 

Algumas vinhetas, especialmente da Rede Globo ficaram muito famosas e ficaram bastante marcadas em nossos registros cerebrais. É só a gente escutar alguma delas que a gente imediatamente já sabe o que vem por aí. Quem não se lembra daquela do Plantão da Globo. Assim que toca na televisão a gente já corre pra frente da pequena tela para ver as coisas, geralmente não muito agradáveis, que acabaram de acontecer.

 

 

 

Outra muita marcante na nossa mente é a vinheta da vitória do Ayrton Senna. Já houve um tempo que nos finais de semana curtíamos bastante com as suas vitórias. Atualmente as vinhetas são bastante difundidas e quase todas as emissoras de rádio ou televisão e também diversos outros meios também a utilizam em larga escala, principalmente as de chamadas da sua programação.

 

 

 

Hoje em dia existem tantas vinhetas que já não chamam mais tanto a nossa atenção, mas já houve um tempo em que eles eram marcas marcantes na nossa mente e até muito admiradas. Muitas pessoas devem se lembrar das famosas vinhetas do programa “Fantástico”, onde a cada ano surgia uma nova e todos ficavam admirados com elas.

 

 

Pensando nisso resolvi reunir algumas delas para recordar os bons momentos e também para apreciar a grande elaboração de seus fantásticos criadores. Assim como a matéria sobre o jingle ela foi feita para podermos entreter um pouco com essas maravilhosas criações e esquecer um pouco dos problemas do dia-a-dia.

 

 

 

 

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   04   |   05   |   Outros

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net