tvsinopse.

kinghost.net

 







 


O Paladino do Oeste - Have Gun - Will Travel - Parte 1


 

 

A série Have Gun-Will Travel ou o Paladino do Oeste, como é conhecido no Brasil é um clássico do faroeste de televisão e foi criada por Sam Rolfe e Herb Meadow, dois inovadores escritores que já haviam trabalhado no rádio e foram contratados pela CBS com o propósito de criar aventuras para um cowboy diferente. 

 

 

O espetáculo foi produzido por Sam Rolfe e Frank R. Pierson, entre outros, através da Filmmaster Productions e a Paramount Studios para a CBS, com texto de diversos roteiristas que se tornaram famosos como Gene Roddenberry, que mais tarde criou a séria "Star Trek".

 

 

Outro escritor que trabalhou para esta série foi Bruce Geller, criador de "Mission Impossible"; Harry Julian Fink de "Dirty Harry" e até Sam Peckimpah escreveu um episódio, juntamente como Ken Kolb, denominada "The Singer", que foi apresentada originalmente no dia 8 de fevereiro de 1958, entre outros. 

 

 

Entre os que dirigiram o espetáculo estão Andrew V.McLaglen, Louis Milestone, Richard Whorf, Buzz Kulik, a famosa atriz e diretora Ida Lupino e curiosamente, até o próprio Richard Boone esteve presente na direção em diversos capítulos da série.

 

 

Have Gun - Will Travel foi uma série do gênero western norte-americano produzido para a televisão e foi apresentado originalmente pela CBS, nos Estados Unidos, de 14 de setembro de 1957 até 3 agosto de 1963, num total de 226 episódios de aproximadamente 30 minutos cada, em branco e preto. Dados retirados de: http://ctva.biz/US/Western/HaveGunWillTravel.htm 

 

 

A série também foi apresentada quase que paralelamente pelo rádio, entre 23 de novembro de 1958 a 22 de novembro de 1960, através da rádio CBS, num total de 106 episódios com John Dehner interpretando o Paladino do Oeste; Ben Wright como Hey Boy e Virginia Gregg como Miss Wong. 

 

 

Muitos episódios foram adaptados do espetáculo da televisão e outras foram originais somente para o rádio. O Paladino do Oeste era um seriado cheio de ação e com um personagem central bem carismático e com trejeitos fascinantes. 

 

 

Além do rádio e da televisão, o personagem Paladino do Oeste teve um livro de capa dura publicado para as crianças, pela Whitman em 1959, contendo diversas novelizações dos programas de televisão. Em 1960 surgiu uma outra publicação, dirigida ao público adulto escrito por Noel Iomis.

 

 

A última foi escrita por Frank Robertson publicada em 1963, pela Collier-McMillan. Também ficaram bastante populares as publicações em história em quadrinhos do Paladino do Oeste publicada pela Dell Comics, baseadas nas histórias originais da série de televisão. Mesmo no Brasil algumas publicações chegaram as bancas de jornais publicadas pela Ebal.

 

 

 Mais recentemente em 2001, um livro de bolso denominado "The Have Gun - Will Travel Companion" foi publicado nos Estados Unidos documentado toda a sua trajetória pelo rádio e também pela televisão, escrito por Martin Grams Jr e Les Rayburn.

 

 

A historia da série mostrava o pistoleiro errante que já servira como um oficial da união na guerra civil. Sempre vestido de preto em suas missões, às vezes mostrando rude e violento, mas quando não estava a trabalho se mostrava sempre como um homem extremamente educado e aceitava um pagamento de $1.000, em sua luxuosa suíte no San Francisco's Hotel Carlton para perseguir criminosos ou receber a recompensa. 

 

 

O herói era um jogador de baralho, bom gourmet, um poliglota e apreciador de bons vinhos, que vivia acompanhado de mulheres finas ou citando Keats, Shelley e Shakespeare, sempre vestindo-se elegantemente ternos impecáveis.

 

 

Seu passatempo preferido era viver pelos saloons jogando cartas e quando em serviço, mandando socos e balas nos bandidos. Seu cartão de visita tinha o perfil de um cavalo de jogo de xadrez contendo a inscrição "Have Gun-Will Travel" (“algo como Tenho Revólver, Posso Viajar”), que também dava título a série.

 

 

Mesmo que tivesse um perfil refinado, o Paladino do Oeste era conhecido pela sua extrema violência na luta contra os vilões, por isso o herói possuía um perfil que era uma variante de Charles Bronson com Bat Masterson um outro herói cowboy da televisão, da mesma época, também muito fino e elegante.

 

 

 Um dos grandes destaques da série foi a escolha de Richard Boone para o papel principal e ele deu ao personagem mais veracidade e imortalizou o Paladino do Oeste, que em nenhum momento foi mencionado o seu verdadeiro nome. Ë impossível mencionar  Boone e não lembrar do seriado. 

 

 

Apesar de Richard Boone ser praticamente o único astro fixo do elenco, ela também contou em algumas temporadas com as participaões regulares de Kam Tong como Hey Boy, um chinês que trabalhava no hotel e sua irmã Lisa Lu como Hey Girl, que também trabalhava no hotel, mas cada um deles apareceram em diferentes temporadas.

 

 

A canção do tema de abertura foi composta e conduzida por Bernard Hermann e a canção de encerramento  "The Ballad of Paladin" foi escrita por Johnny Western, Sam Rolfe e  também co-escrita por Richard Boone.

 

 

A música se transformou num grande sucesso em todo o mundo, durante a época do seriado. Outros nomes que participaram na parte musical do espetáculo, além dos já citados, foram Wilbur Hatch, Nathan Scott, Jerry Goldsmith, Fred Steiner e Jerome Moross.

 

 

No Brasil a série foi exibida pela primeira vez, talvez pela TV Record ou TV Tupi, pois não me recordo direito e mais tarde voltou a ser reprisada pela TV Bandeirantes na década de 1970, às 17 horas e o personagem principal recebeu a dublagem do ator Ronaldo Baptista, mais lembrado por sua narração das historinhas de Walt Disney.

 

 

Richard Boone nasceu como Richard Allen Boone no dia 18 de junho de 1917, em Los Angeles, Califórnia e era o filho do meio de Kirk E. Boone. Gradou-se na Hoover High School em Glendale, no Canadá e também participou da Stanford University em Palo Alto, Califórnia e antes de ingressar na Marinha dos Estados Unidos, em 1941, foi também barman e pintor.

 

 

Após o fim da guerra começou a estudar interpretação no Actor´s Studio em Nova Iorque e estreou na Broadway em 1947. Na década de 50 fez sua estréia no cinema onde participou de filmes importantes como “The Alamo”, “Big Jake”, “The Shoolist” e “The Robe”, entre outros e trabalhou ao lado de figuras importantes como John Wayne, Richard Burton, Charlton Heston, Marlon Brando e Richard Widmark, entre outros.

 

 

Entre 1954 a 1956 participou do drama médico para a NBC chamada “Medic”, com a qual foi indicado para o prêmio Emmy como “Best Actor Starring in a Regular Series” em 1955. 

 

 

Mas foi com a série “Have Gun – Will Travel” que passou a ser conhecido mundialmente, entre 1957 a 1963, com a qual recebeu duas indicações ao Emmy, uma em 1959 e a outra em 1960. Após o encerramento da série continuou a participar de outros seriados de televisão e também no cinema onde fez diversos filmes importantes.

 

 

Foi casado por três vezes: a primeira com Jane Hopper, depois como Mimi Kelly e finalmente com Claire McAlloon, em 1951 e viveu com ela até o fim de sua vida. Com Claire teve um filho chamado Peter Boone. Trabalhou praticamente até a sua morte, de câncer na garganta no dia 10 de janeiro de 1981, em Santo Agostinho e suas cinza foram espalhadas no mar do Havaí.

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   04   |   05   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net