tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Ribon no Kishi - A Princesa e o Cavaleiro- Parte 1


 

 

Ribon no Kishi foi um desenho animado japonês (anime) baseado num mangá, criado por Osamu Tezuka, considerado o “pai do mangá” e que ficou muito conhecido no ocidente através da obra “Astro Boy”.

 

 

A Princesa e o Cavaleiro foi publicada inicialmente entre janeiro de 1953 a janeiro de 1956, com o título original de “Ribon no Kishi”, pela Kodansha, na revista Shoujo Club, num total de 2 volumes, que influenciou de maneira significante os mangas direcionados ao público feminino juvenil.

 

 

Por isso mesmo muitos autores a consideram a obra como sendo uma das primeiras no mundo do gênero Shoujo, que são as histórias em quadrinhos (mangás) direcionadas especialmente às meninas.

 

 

Uma outra característica muito marcante neste trabalho foi à de desenhar um brilho em cada pupila dos olhos dos personagens, o que proporcionava uma melhor visão estilística, bem como a utilização de cores e disponibilização das páginas, que segundo vários autores, se deve a influencia do filme “Os Contos de Hoffmann”, que foi apresentado no Japão por volta de 1952 e que despertou em Osamu Tezuka uma grande admiração.

 

 

Entre janeiro de 1958 a junho de 1959 o mangá voltou novamente a ser publicado pela Kodansha na revista Nakayoshi, em apenas um volume, com o título de “Futago no Kishi”, onde mostra a continuação da história de Safiri, depois que ela se casa com Franz e dá a luz a gêmeos: os príncipes Daisy e a Princesa Violetta.

 

 

Mais tarde entre janeiro de 1963 a outubro de 1966, uma outra publicação, novamente pela Kodansha, na revista Nakayoshi, em três volumes. Esta versão é uma recontagem da primeira versão e publicada por um período maior de tempo que a original e também mais próxima à versão animada. Nesta publicação ocorrem algumas modificações em alguns fatos, como a descoberta do Duque Duralumínio e Nylon sobre a verdade identidade de Safiri.

 

 

Um ano depois, a obra foi adaptada para um seriado de televisão (anime), dirigido pelo próprio Tezuka, juntamente com outros diretores, através da Tezuka Production e Mushi Production, apresentado originalmente no Japão, pela Fuji TV, entre 2 de abril de 1967 a 7 de abril de 1968, num total de 52 episódios e considerado como o primeiro anime do gênero Shôjo e também um marco na animação colorida do Japão.

 

 

Antes dela se tornar uma série de televisão, porém, ela foi apresentada como um espetáculo musical japonês do gênero “Takarazuka”, um teatro de revista composto apenas por mulheres e também em 1955 ela foi apresentada na rádio como uma radionovela.

 

Partes:  01   |   02   |   03   |   04   |   05   |   06   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net