tvsinopse.

kinghost.net

 







 


Twilight Zone - Além da Imaginação - Parte 1


 

 

Twilight Zone, também conhecida no Brasil como Além da Imaginação, foi uma série de televisão do gênero ficção científica, fantasia e terror, criado e escrita pelo seu narrador e anfitrião, Rod Serling, cuja estréia ocorreu com um episódio piloto denominado “The Time Element”, dirigido por Allen Reisner e escrito pelo próprio Rod Serling, que foi apresentado no dia 24 de novembro de 1958, nos Estados Unidos.

 

 

Pouco tempo depois a série passou a ser apresentada semanalmente, com início em 2 de outubro de 1959, com o episódio “Where is Everybody?” e terminando em 19 de junho de 1964, com o episódio “The Bewitchin´ Pool”, dirigido por Joseph M. Newman e roteiros de Earl Hammer, Jr., totalizando 156 episódios, em preto e branco, segundo informes do site da Wikipedia.

 

 

Ao longo de suas temporadas a série contou também com a participação de diversos outros autores famosos tais como Ray Bradbury, Richard Matherson e Charles Beaumont, entre outros, bem como muitos episódios foram adaptados de autores clássicos como Lewis Padgett e Ambros Bierce, que eram habilmente adaptados para uma história televisiva.

 

 

Alguns autores citam que a origem do nome da série, Twilight Zone, que numa tradução literal significa “Zona do Crepúsculo” era devido ao espetáculo abordar na grande maioria de seus episódios histórias contendo elementos cientificamente não explicáveis como mundos paralelos, viagens no tempo, alienígenas ou então contendo elementos sobrenaturais como fantasmas e vampiros, entre outros, cujos acontecimentos se fixavam nesta zona, ambiente esse que ficava entre o limite da realidade e a fantasia.

 

 

Durante a década de 50 principalmente, os Estados Unidos atravessavam uma onda de perseguições políticas, que ficou conhecido como “Marcathismo”, onde diversas pessoas, principalmente do meio artístico foram enquadrados ou taxados como comunistas e em conseqüência disso, ficavam praticamente proibidos de exercer suas profissões, já que Hollywood e os outros meios de comunicação, tais como radio, televisão e cinema fechavam as portas para estes artistas.

 

 

Em virtude disso, diversos profissionais da área de entretenimento tiveram que deixar o país e ir procurar emprego em outros países como a Inglaterra, por exemplo. Diante disso, muitos redatores, inclusive desta série, dirigiam seus roteiros metaforicamente, sem expor-se diretamente ou explicitamente.

 

 

 

Diversos temas em muitos episódios tratavam de problemas como a guerra nuclear e outros assuntos proibidos, até mesmo fazendo críticas severas às próprias doutrinas de Joseph McCarthy, mas de uma maneira tão sutil, que nem mesmo os censores percebiam as manobras textuais e acabavam ignorando-os imaginando tratar-se apenas de fantasias inócuas e sem nenhum teor político ou social.

 

 

Muitos autores, ao reverem os episódios nos dias atuais confirmam perceber perfeitamente estas manobras dos produtores do programa, mas felizmente tudo isso não foi captado pelos dirigentes das emissoras e patrocinadores naquele momento. O programa tinha como anfitrião Rod Serling que introduzia a história do espetáculo e a série ao longo do tempo teve outras reavivações ou continuações.

 

Vídeo

 

 

 

(Favor aguardar alguns instantes até a sua completa instalação)
 

 

Partes:   01   |   02   |   03   |   Index

 

 


 



 

tvsinopse.

kinghost.net